Recordista mundial de atletismo é morta a facadas dentro de casa

·1 minuto de leitura

A Federação Queniana de Atletismo confirmou, nesta quarta-feira, a morte de Agnes Jebet Tirop, quarta colocada dos 5.000m nas Olimpíadas de Tóquio. A atleta foi encontrada morta, em casa, com sinais de facadas. O marido de Tirop, que é um policial, é o principal suspeito do caso e segue desaparecido.

Há cerca de um mês, a corredora de 25 anos havia quebrado o recorde mundial dos 10km em provas de rua. Segundo comunicado da Federação Queniana de Atletismo, o corpo de Agnes Jebet Tirop foi encontrado por vizinhos, que relataram ter escutado uma discussão na noite anterior.

Leia também:

- O Quênia perdeu uma joia que era um dos gigantes do atletismo em ascensão mais rápida no cenário internacional. Ficamos muito perturbados ao saber sobre a morte prematura da medalhista de bronze mundial dos 10.000 metros, Agnes Jebet Tirop - lamentou a entidade queniana. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos