Recorde, reviravolta e emoção: corrida de São Silvestre completa sua 95º edição em grande estilo

Corrida da São Silvestre completa sua 95º edição - Reprodução
Corrida da São Silvestre completa sua 95º edição - Reprodução


A tradicional corrida da São Silvestre chegou em sua 95º edição e lotou a Avenida Paulista antes da virada do ano. O evento teve início às 7h40, com a categoria elite feminino, e às 8h05, a elite masculino, pelotão C e pelotão geral. Neste ano, a prova recebeu 35 mil inscrições, sendo 150 de atletas de elite.

Na corrida feminina, um passeio de Brigid Kosgei. A queniana, aos 25 anos, finalizou com o tempo de 48min54s e entrou para um grupo seleto de três mulheres que conseguiram completar a prova em menos de 50 minutos depois que o percurso da corrida passou para 15 km. Sheila Chelangat, do Quênia, e Tisadk Alem Nigus, da Etiópia, completaram o pódio.

Na elite masculina, uma reviravolta impressionante no fim da corrida. Jacob Kiplino liderava a prova até os últimos momentos, mas faltou experiência para o jovem de 19 anos. Kplino não conferiu se estava totalmente sozinho e, nos últimos metros de prova, foi ultrapassado por Kibiwoot Kandiese em uma arrancada sensacional para ganhar a São Silvestre e bater o recorde da prova com 42min59s, que pertencia anteriormente a Kandie, Paul Tergat, maior vencedor da história da competição. O queniano se tornou o primeiro homem a completar os 15 km em menos de 43 minutos.

O melhor brasileiro foi Daniel Ferreira do Nascimento, que ficou em 11º, com o tempo de 46min32s.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também