Recorde mundial da meia maratona é ratificado

Iúri Totti
LANCE!
Geoffrey Kamworor comemora o novo recorde mundial da meia maratona. (Divulgação)
Geoffrey Kamworor comemora o novo recorde mundial da meia maratona. (Divulgação)

A World Athletics (novo nome da Associação Internacional de Federações de Atletismo – IAAF) ratificou nesta terça-feira (19/11) o recorde mundial da meia maratona de 58m01s, obtido pelo queniano Geoffrey Kamworor, de 26 anos, na Meia Maratona de Copenhague, no dia 15 de setembro. A marca anterior, de 58m23s, pertencia ao iritreiense Zersenay Tadese, estabelecida na Meia Maratona de Lisboa em 2010.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Além de ser bicampeão da Maratona de Nova York, em 2017 e 2019, Kamworor é tricampeão do Campeonato Mundial de Meia Maratona da então IAAF, nas edições de 2014, 2016 e 2018, e bicampeão de cross country do Mundial, em 2015 e 2017.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Os 15km mais rápidos da história

A prova em Copenhague, onde ganhou seu primeiro título mundial, em 2014, foi perfeita para Kamworor. Ele fez os primeiros cinco quilômetros em 13m53s, que até aquele momento não o colocaria na briga pela quebra do recorde. Como queria ser recordista mundial, ele aumentou o ritmo e, ao passar pelos 10km, estava com 27m34s, quatro segundos dentro de seu objetivo. No Km 11, ele já estava isolado na dianteira, sem baixar o ritmo. Os 15km foram feitos em 41m05, o tempo mais rápido já registrado para essa distância e com um ritmo impressionante de 11 segundos para fazer os 21km abaixo de 58 minutos.

Mas nos quilômetros finais, o ritmo de Kamworor caiu um pouco. Nos 20km, o cronometro marcava 55m00s. Três minutos e um segundo depois, o queniano cruzava a linha de chegada para se tornar o homem mais veloz do mundo em uma meia maratona. A melhor marca pessoal de Kamworor até então era de 58m54s, obtida na Meia Maratona de Ras Al Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos, em 2013.

- É muito emocionante para mim estabelecer o novo recorde mundial da meia maratona”, disse Kamworor após a prova. - E fazer isso em Copenhague, onde ganhei meu primeiro título mundial, acrescenta algo para isso.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também