Recém-convocado para Seleção, Weverton fala sobre segredo da boa fase

Gazeta Press

Atualmente, o Palmeiras tem a segunda melhor defesa do Campeonato Brasileiro e lidera a categoria na Libertadores. Um dos responsáveis por garantir esses números é o goleiro Weverton, que tem a segunda menor média de gols sofridos da história do clube, com 40 em 71 partidas. O arqueiro recém-convocado para a Seleção falou sobre a importância de disputar a posição com atletas qualificados.

“Nós sempre entramos em campo pensando em não sofrer gols, deixar a meta zerada. Às vezes é complicado, não se consegue. Mas isso se deve ao trabalho, a gente se dedica muito. Tenho dois grandes goleiros do lado, tenho que me manter jogando muito, porque os dois têm condição de jogar, já fizeram muito pelo Palmeiras. Eu me sinto privilegiado de poder estar aqui, com goleiros desse nível. Estamos muito bem servidos nessa posição, independentemente de quem jogue”, analisou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Weverton é titular absoluto do Palmeiras (Fotos: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Apesar de muito feliz por voltar a vestir a camiseta Canarinho, o camisa 21 do Verdão minimizou a convocação e disse estar totalmente focado para os próximos compromissos do clube. O Alviverde tenta confirmar sua classificação para as semifinais da Copa Libertadores, na noite desta terça-feira, contra o Grêmio. Em seguida, o time de Luiz Felipe Scolari visita o Flamengo, pela 17ª rodada do Brasileiro.

“Realmente é um momento muito especial para mim. Sempre especial voltar à Seleção, mas é uma semana tão importante não só para mim como para o clube, que eu vou pensar em Seleção mais quando estiver na hora de ir. Temos uma grande partida nesta terça-feira, outra no domingo. Jogos que podem nos dar boa condição na temporada. É um momento de muita alegria, mas a responsabilidade também só cresce para se manter ali, continuar fazendo bons jogos”, finalizou.


Leia também