Rebeca Andrade comete falha e decepciona na final das barras assimétricas

Uma queda atrapalhou o desempenho de Rebeca Andrade neste sábado (Reprodução/Twitter)


A brasileira Rebeca Andrade, que venceu o ouro no individual geral, não conseguiu um bom desempenho na final das barras assimétricas, pelo Mundial de Ginástica Artística, em Liverpool, na Inglaterra. Na tarde deste sábado, ela cometeu uma falha e tirou uma nota bem menor do que a esperada.

+ Convocação nesta segunda! Veja quem pode aparecer na lista da Seleção para Copa do Mundo

Rebeca chegou a cair das barras, mas voltou ao aparelho e terminou sua prova com uma nota de 12.800 - a pior entre as oito finalistas. A medalha de ouro ficou com a chinesa Sun Wei, a prata com a norte-americana Shilese Jones e a de bronze com a belga Nina Derwael.

Rebeca Andrade já havia vencido a medalha mais importante do Mundial - o ouro no individual geral. Neste domingo, ela ainda disputará mais duas finais: do solo e da trave.

+ Flamengo, jornalistas e internautas reagem à conquista de Rebeca Andrade: 'Ginasta mais completa'

Esse não foi o primeiro deslize inesperado de Rebeca neste Mundial. Na fase classificatória, ele teve uma queda no salto sobre a mesa, aparelho onde era a grande favorita, e acabou ficando fora da final - vencida pela norte-americana Jade Carey neste sábado.

O Brasil ainda disputará outras finais por aparelhos neste domingo. Se recuperada de uma lesão, Flávia Saraiva também participará da decisão no solo. Entre os homens, Caio Souza disputa a final no salto e o medalhista Arthur Nory, a da barra fixa.