Realista, Alemanha espera que vitória sobre Costa Rica seja suficiente

Thomas Mueller durante entrevista coletiva na Copa do Mundo do Catar

Por Karolos Grohmann

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - A Alemanha não está em busca de vencer a Costa Rica por uma margem ampla de gols em sua última partida do Grupo E da Copa do Mundo do Catar na quinta-feira, e espera que uma vitória simples seja o suficiente para lhes garantir nas oitavas de final do torneio.

Os tetracampeões mundiais devem conquistar os três pontos se quiserem ter alguma chance de avançar e, ao mesmo tempo, receberão atualizações sobre a outra partida entre Espanha e Japão que irá decidir a classificação final do grupo.

A vitória sobre a Costa Rica, que perdeu por 7 x 0 na estreia para a Espanha, juntamente com uma vitória espanhola contra o Japão, faria com que os alemães passassem para as oitavas de final juntamente com os espanhóis.

Um empate entre a Espanha e o Japão, ou mesmo uma vitória para os asiáticos, levaria a equação ao saldo de gols.

"Acho que contra a Costa Rica estaremos muito tempo na área adversária em comparação com nosso jogo contra a Espanha e lá se resumirá a como jogamos na área", disse o meia-atacante Thomas Mueller em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira.

"Temos muita humildade. Temos um ponto e um gol negativo de saldo, portanto não há motivo para estarmos realmente eufóricos."

Os alemães sofreram uma derrota por 2 x 1 para o Japão na estreia antes de conseguirem um empate em 1x 1 contra a Espanha graças ao gol de empate tardio do atacante Niclas Fuellkrug para se manterem vivos no torneio.

"Mas ainda temos a chance de avançar e mostrar ao mundo do futebol o que temos", disse Fuellkrug.

Com os jogos finais da chave sendo disputados simultaneamente, os alemães ficarão de olho na Espanha, esperando que a classificação não seja decidida pelo saldo de gols.

"É importante monitorar simultaneamente o outro jogo, porque você pode adaptar um pouco sua estratégia de acordo", disse Mueller.

"Queremos jogar o melhor jogo possível e ganhá-lo, mas não creio que você possa dizer que um 8 x 0 é um conceito realista em uma Copa do Mundo."

Perguntado se o gol de Fuellkrug contra os espanhóis foi um ponto de virada para a campanha alemã no torneio, Mueller, jogando em sua quarta Copa do Mundo, disse: "Vamos precisar de mais momentos dourados que são necessários para tal processo de torneio".

Quanto ao novato Fuellkrug, que aos 29 anos fez sua estreia dias antes da Copa do Mundo, esse gol não ia desviar seu foco.

"Ainda é apenas 1 x 1, mas nos dá energia", disse Fuellkrug. "O trabalho continua. Temos que ser realistas. Estamos em uma situação que podemos avançar, mas não está tudo em nossas mãos."