Real Madrid: Vinícius defende 'drible fail' em goleada, mas sofre críticas da imprensa espanhola

Goal.com

Um gol e uma assistência foram a boa contribuição de Vinícius Júnior ao Real Madrid nesta quinta-feira (6), na goleada sobre o Melilla por 6 a 1, pela Copa do Rei. Ou seria, já que o jogador acabou marcado por outro lance inusitado, quando tentou aplicar uma 'lambreta' na linha de fundo e acabou não tendo sucesso, já no final da partida.

Questionado sobre o lance, o brasileiro defendeu sua intenção, afirmando ser esta seu estilo de jogo.

Iminente saída de Matheus Fernandes evidencia sufoco financeiro
Entenda as penhoras trabalhistas e como elas prejudicam o Fluminense
Com muitos pedidos, saída de Andrés Rios do Vasco é dada como certa

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Não somente minha (forma de jogar), como de todos os jogadores brasileiros. Fazemos muito disso, mas sempre com respeito ao adversário”, disse o atacante, em falas publicadas pelo AS.

Ele destacou, porém, a partida do Real no Santiago Bernabéu, apesar dos muitos reservas que entraram em campo para o compromisso da Copa. E enalteceu sua evolução no futebol espanhol.

“Nós fizemos um grande jogo hoje, eu finalizei bastante, estou bem, tranquilo para fazer gols”, declarou o brasileiro. “Sigo trabalhando muito, pouco a pouco sempre. Cheguei a pouco tempo e estou trabalhando muito. Todos os jogadores me ajudaram muito desde a minha chegada, me sinto bem e a equipe está ganhando”.

As críticas

O saldo da contribuição de dois gols acabaram sendo relevados, de certa forma, pela imprensa espanhola após o jogo: o diário Marca elogiou a persistência do ex-Flamengo na busca pelas jogadas, mas foi crítico com as más finalizações do jogador, alguns erros de passe e a tentativa 'abusada' de drible, em especial, fizeram o veículo aconselhar o brasuca a "buscar ser mais efetivo e menos preciosista".

"A jogada com passe para trás para Asensio, para fazer 2 a 0, foi impecável", escreveu o jornal, antes de mudar o tom. "De toda forma, sua coleção de finalizações erradas decepcionaram os mais de 55 mil madridistas presentes."

 

Leia também