Real Madrid tem melhora em nove aspectos com Lopetegui

Goal.com

Devido à má fase em campo demonstrada pelo Real Madrid nos últimos jogos, a Goal analisou os números do técnico dos Blancos, Julen Lopetegui, e descobriu que o treinador melhorou os merengues em nove determinados aspecto comparado com o time comandado por Zinédine Zidane. Curioso para saber quais são? Confira!


(Foto: Epsilon)
  • Menos pontos de distância do líder: Apesar da derrota para o Alavés por 1 a 0, e apesar de somar menos pontos comparado com a temporada anterior da La Liga, o Real Madrid está a poucos pontos de distância do atual líder da competição, o Sevilla: são apenas dois. No percurso anterior e nesta mesma fase do campeonato, os merengues estavam cinco pontos atrás do Barcelona, na ocasião, o líder em 2017-18.

  • Menor distância de pontos para o Barcelona: Maior rival do Madrid, o time catalão soma apenas um ponto de diferença dos Blancos. Algo a se destacar comparado com a edição anterior, na qual a distância era de cinco.

  • Invicto em casa: Apesar dos resultados negativos, o treinador ainda não sofreu com derrotas em casa, considerando liga espanhola e Champions League. Com Zidane, o francês já havia perdido um duelo.

  • Maior pressão em campo: A equipe rouba mais a bola, além de fazer maior pressão contra o adversário. Feito pouco visto com Zidane no banco.

  • Goleiros: A chegada de Courtois no Santiago Bernabéu, juntamente com a presença de Navas, oferece uma das melhores duplas de goleiros na história do clube.

  • Menor média de idade: Odriozola, Ceballos, Vinicius Jr. e Mariano reduziram a idade média do Real Madrid para 21 anos.

  • Adeus à ditadura de CR7 nas faltas: As faltas no Real Madrid viraram sinônimo de Cristiano Ronaldo. No entanto, com outros batedores, como Isco, podem se “aventurar” nas cobranças sem o luso no elenco.

  • Redução da folha salarial: A saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid reduziu consideravelmente o orçamento na folha salarial da equipe de Lopetegui.

  • Maior quantidade de espanhóis no elenco: O Real Madrid chegou a jogar alguns jogos com seis espanhóis na equipe titular. E a entrada de Dani Ceballos é uma das razões. Ainda que pareça um aspecto um tanto quanto insignificante, a torcida consegue enxergar em campo maior identificação com os jogadores. Fato que faz lembrar a seleção da Espanha.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também