Real Madrid ou Barcelona, quem ganha mais com a volta de Hazard e Suárez?

Goal.com

O período sem futebol prejudicou praticamente todos os clubes de futebol, pelo menos financeiramente. Mas mesmo em meio ao caos, alguns times acabaram se beneficiando desse período. E com os retornos de Hazard e Suárez, Real Madrid e Barcelona são dois bons exemplos.

Lesionados há um bom tempo, a dupla estava fazendo falta para os dois gigantes da Espanha, que brigam ponto a ponto pelo título de La Liga. Agora, após os três meses sem futebol, os dois craques puderam se recuperar e estarão novamente em campo por suas equipes.

O uruguaio retorna neste sábado (13), contra o Mallorca, enquanto o belga joga apenas no domingo (14), contra o Eibar. O Real Madrid está apenas dois pontos atrás do Barcelona e o retorno dos craques certamente vai esquentar ainda mais a briga pelo título de La Liga.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Suárez de volta

Messi, Griezmann and Suarez
Messi, Griezmann and Suarez
Foto: Getty Images

Desde que machucou o joelho, em janeiro deste ano, Suárez fez muita falta para o Barcelona. Sem seu grande parceiro de ataque, Messi ficou claramente sobrecarregado e o Barça acabou caindo muito de rendimento. Com isso, Quique Setién ficou cada vez mais pressionado no comando técnico da equipe. 

Mas agora, com o uruguaio recuperado e com Lionel Messi e Griezmann descansados, boa parte dos problemas culés podem estar resolvidos. O centroavante é totalmente entrosado com a equipe e sua volta deve dar retorno logo de cara. Ainda mais com o craque argentino bem física e mentalmente.

O uruguaio de 33 anos também é um dos grandes líderes da equipe dentro e fora de campo, e sua presença certamente beneficiará muito o restante do time. Ele é o único atacante de referência do elenco e combina perfeitamente com o estilo de jogo do seis vezes melhor do mundo.

Hazard tenta finalmente decolar pelo Real

Zinedine Zidane Eden Hazard Real Madrid
Zinedine Zidane Eden Hazard Real Madrid
Foto: Getty Images

Hazard foi contratado para assumir o lugar deixado por Cristiano Ronaldo e se firmar como um dos melhores do mundo. Porém, o resultado foi bem diferente do esperado. 

Em menos de um ano no clube merengue, o belga já acumula três contusões. Em agosto de 2019, lesão na coxa esquerda, em novembro, fratura no tornozelo direito e, em fevereiro deste ano, fissura no pé direito. 

Sem o atacante em campo, sobrou espaço para os jovens Rodrygo e Vinicius Jr., por exemplo. A dupla até teve bons momentos, inclusive na Champions League, mas Benzema ficou claramente sobrecarregado. O francês rendeu muito bem, é verdade, mas faltou alguém para decidir e ajudá-lo no comando ofensivo da equipe

O retorno de Hazard era tudo o que o Real precisava e, mesmo sem ele na equipe, os merengues estão apenas dois pontos atrás do Barcelona em La Liga. 

Leia também