Real Madrid e Barcelona se unem contra preconceito sobre coronavírus e convidam time de Wuhan

Goal.com
Em campanha contra a xenofobia, equipe da cidade onde se originou o coronavírus Covid-19 será convidada para assistir clássico
Em campanha contra a xenofobia, equipe da cidade onde se originou o coronavírus Covid-19 será convidada para assistir clássico

Às vésperas do último "El Clásico" do ano na La Liga, Barcelona e Real Madrid decidiram se unir em prol de uma causa nobre: o fim do preconceito.

Assim, quando os times entrarem em campo, nas tribunas, alguns convidados especiais marcarão presença: o time do Wuhan Zall, da China, assistirá o jogo direto do Santiago Bernabéu, na Espanha. Wuhan, a sede da equipe na China, é onde foi o epicentro do surto do coronavírus Covid-19.

Explicando a medida, a La Liga afirmou que o convite é uma forma da entidade mostrar apoio aos habitantes de Wuhan e a combater o preconceito sofrido pelos cidadãos chineses após a disseminação da doença.

A Superliga Chinesa ainda não começou em 2020: a competição foi adiada após o surto da doença. Assim, o Wuhan Zall não irá perder nenhuma partida para poder assistir o duelo entre Real e Barcelona.

As duas equipes entram em campo neste próximo domingo (1), às 17h (de Brasília), em duelo que pode vale a liderança da La Liga. Se você não conseguir assistir pela TV (ou no estádio, como os jogadores do Wuhan), a Goal trará os principais lances do jogo ao vivo, em tempo real (clique aqui para ver).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também