Real Madrid 4 x 2 Bayern: CR7 e árbitro decidem e o Real elimina o Bayern na Champions

Goal.com

Mais um jogaço entre dois gigantes europeus. O Real Madrid de Cristiano Ronaldo eliminou o Bayern em casa, com direito a três gols do melhor do mundo e a ajuda decisiva da arbitragem. Lewandowski e Sergio Ramos (contra) marcaram para o time de Munique, mas não foi o suficiente para tirar dos espanhóis a vaga em mais uma semifinal da Champions League.

Em desvantagem no duelo graças à derrota em casa na última semana, o Bayern foi ao Santiago Bernabéu tentando reverter o prejuízo e jogou em cima do Real nos primeiros minutos de bola rolando. Sem ceder, e tampouco sem mostrar afobação, a postura do time espanhol era de esperar o adversário e tentar encaixar um contra-ataque para liquidar a fatura.

O time de Carlo Ancelotti insistia nos cruzamentos para área do Real, dos quais Sergio Ramos e Nacho tiraram a maior parte. Mesmo com Ribery, Robben e Lewandowski se movimentando no campo de ataque, quem esteve mais perto de abrir o placar foram os galáticos. Neuer garantia o placar em branco assim como Boateng, que salvou um chute de Kroos em cima da linha.

VEJA TAMBÉM:

Cristiano Ronaldo Sergio Ramos Marcelo Real Madrid
Cristiano Ronaldo Sergio Ramos Marcelo Real Madrid
Carlo Ancelotti Zinedine Zidane Real Madrid Bayern Munich UCL 18042017
Carlo Ancelotti Zinedine Zidane Real Madrid Bayern Munich UCL 18042017
Fotos: Getty

Mesmo sem gols, a primeira etapa não teve nada de monotonia. Mas as grandes emoções estavam, de fato, reservadas para a segunda etapa. Casemiro derrubou Robben na área aos 8 e Lewandowski deslocou Navas para abrir o placar. Cristiano Ronaldo, que estava apagado no jogo, empatou de cabeça aos 21 - o que adiantou pouco, já que, no minuto seguinte, seguinte, Sergio Ramos foi tentar cortar um cruzamento e acabou fazendo contra.

A partir daí, o cenário ficou semelhante ao visto no jogo anterior: o time visitante acordando no segundo tempo e dominando o jogo. Ancelotti ousou e mandou sua esquadra para cima da de Zidane, deixando o time da Baviera perto de fazer o terceiro tento. Aos 39, porém, Vidal acabou expulso injustamente, e coube aos alemães segurarem o ímpeto dos anfitriões para apostarem as fichas na decisão na prorrogação.

Com um jogador a menos, o Bayern fez uma marcação alta nos primeiros minutos do tempo extra. Mas, no finalzinho do primeiro tempo, dois fatores entraram em cena novamente contra os alemães: Cristiano Ronaldo e o a arbitragem, que validou o gol do melhor do mundo em posição pra lá de adiantada. Foi um banho de água fria para cima do gigante Bayern.

Melhor em campo disparado, Marcelo fez a jogada inteira do terceiro gol do Real. Ele pifou CR7 que só empurrou para o gol e fez o hat trick. Desanimado e entregue, o Bayern ainda viu Asensio costurar a defesa e bater cruzado para anotar o quarto gols dos donos da casa. Um jogaço de altíssimo nível que só não foi melhor por causa da atuação patética da arbitragem de Viktor Kassai.

Leia também