"O Real Madrid é mortal", alerta Xabi Alonso

O jogador Xabi Alonso em coletiva de imprensa em Madri, no dia 17 de abril de 2017

"O Real Madrid é mortal e não dá presentes", alertou nesta segunda-feira o volante espanhol do Bayern de Munique Xabi Alonso, que voltará nesta terça-feira ao estádio Santiago Bernabéu para enfrentar seu ex-clube (2009-2014), pela partida de volta das quartas de final da Liga dos Campeões.

"É uma situação especial para mim. Vivi grandes momentos aqui e guardo um carinho especial por este clube", lembrou Alonso, em coletiva de imprensa na véspera da partida em Madri.

"Não podemos vir aqui e e especular sobre o resultado. Quando fazemos isso, o Real é mortal e não dá presentes. Precisamos fazer um jogo muito completo", analisou o volante.

Após a derrota por 2 a 1 sofrida em Munique, na partida de ida, o Bayern terá missão árdua se quiser avançar às semifinais da Champions.

"Chegamos a esse jogo em situação desfavorável, mas ainda estamos vivos. A partida é complicada, precisamos ganhar e marcar pelo menos dois gols. Sabemos o que precisa ser feito: tentar parar o Real e jogar como sabemos", explicou Alonso, de 35 anos, que já anunciou sua aposentadoria do futebol ao fim da temporada.

Quem também já anunciou que irá pendurar as chuteiras ao fim da temporada é o veterano alemão Philippe Lahm (33 anos). Com isso, a partida contra o Real poderá ser a última partida de suas carreiras na Liga dos Campeões, caso o Bayern seja eliminado.

"Eu não pensei sobre isso. Não tive tempo para pensar que esta pode ser minha última grande partida", admitiu Lahm em coletiva de imprensa.

"Será difícil, mas tenho confiança de que a equipe irá evitar que seja meu último jogo", concluiu o lateral e capitão do Bayern.