Reação na Liberta faz santistas crerem em arrancada no Paulistão

Após o desembarcarem no Brasil depois do empate em 1 a 1 com o Sporting Cristal, no Peru, no primeiro jogo pela Libertadores, os jogadores do Santos farão um único treino, na tarde deste sábado, antes de encararem o São Bernardo, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, a equipe comandada por Dorival Júnior está apenas na terceira colocação do grupo D do Estadual, com 10 pontos. Caso a primeira fase terminasse hoje, o Peixe estaria fora das quartas de final da competição.

Porém, o desempenho do time no segundo tempo do empate contra os peruanos faz os jogadores acreditarem na recuperação no Paulista. Apático na etapa inicial, o Peixe demorou para se encontrar nos primeiros minutos e saiu perdendo para o Sporting Cristal. Quando parecia que os santistas teriam mais um jogo para esquecer na temporada, os comandados de Dorival Júnior voltaram do intervalo com outra postura. Relembrando os bons momentos da última temporada, o alvinegro colocou a bola no chão, dominou o Sporting Cristal e mesmo sofrendo uma pressão no final, arrancou o empate.

“Recebi muitas críticas, mas tenho paz no coração. Voltamos a ser aquele time de raça. Acredito que este é o caminho. Estamos sendo muito criticados pela campanha do Paulista, mas agora, também com a Libertadores, vamos em busca das vitórias e dos títulos nas duas competições”, disse Thiago Maia, autor do gol de empate no Peru.

Herói do Santos com várias defesas decisivas nos minutos finais, o goleiro Vladimir mostrou animação com o desempenho da equipe após o intervalo, mas preferiu manter os pés no chão. “Temos que ter cautela, mantendo a humildade. Tem muita coisa para ser corrigida. Mas temos que manter o espírito do segundo tempo, quando demonstramos dentro de campo que queríamos mudar o quadro de situação negativa”, ressaltou o arqueiro.