Rayssa viraliza com dancinha após prata nos Jogos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nem parecia que Rayssa Leal estava prestes a fazer história na final da categoria street, na estreia do skate nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Momentos antes de iniciar sua volta, a jovem de 13 anos estava dançando na pista, fazendo a coreografia da música "Não Nasceu pra Namorar", dos MCs Zaquin e Rick.

Sobe, desce e faz uma viradinha. Os passos da Fadinha, o apelido da maranhense, viralizaram durante a madrugada desta segunda (26), quando ela conquistou a prata e se tornou a mais jovem medalhista da história do Brasil.

A coreografia já foi reproduzida em mais de 400 mil vídeos no TikTok, plataforma na qual a dança surgiu, e impulsionou o sucesso da dupla, que já conta com mais de 47 milhões de reproduções da canção no Spotify e cerca de 40 milhões de visualizações do clipe oficial no YouTube.

"Fiquei muito feliz pela conquista dela num momento muito importante em sua carreira e lisonjeado por ela ter dançado a coreografia da minha música", disse à reportagem Isac César, o nome verdadeiro de Zaquin, de 19 anos. "Quero poder encontrar com a Rayssa assim que ela voltar para fazermos a dancinha juntos."

A medalhista adora dançar e já fez várias coreografias na Vila Olímpica, uma das quais em parceria com a filipina Margielyn Didal. Elas fizeram os passos da música "Got your Money", do rapper Ol' Dirty Bastard.

Ela também viralizou com outro vídeo, no qual aparece chamando a lenda do skate Tony Hawk de "tio". A mais jovem atleta da delegação brasileira no Japão tem conquistado vários fãs na internet. No Instagram, por exemplo, ela chegou a 4,6 milhões de seguidores nesta segunda.

"Quê? O que é isso, minha gente? Não sabia não, eu quero ter um tempinho para olhar a internet. Desde o começo era um sonho ter o primeiro milhão, então hoje eu já tenho dois milhões e ainda medalha?", vibrou a jovem na rede social, horas antes de o número mais do que dobrar.

Nascida em Imperatriz (MA), a atleta ganhou projeção nas redes sociais aos sete anos, com um vídeo em que aparece acertando manobras vestida com uma fantasia da personagem Sininho. Foi assim que ganhou o apelido de Fadinha.

Com talento sob o skate e muito carisma nas redes sociais, Rayssa tem encantado o público.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos