Rayssa Leal vence 1ª etapa da Liga de Skate Street depois das Olimpíadas

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.08.2019: Retrato da skatista brasileira Rayssa Leal, medalhista olímpica em Tóquio. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 18.08.2019: Retrato da skatista brasileira Rayssa Leal, medalhista olímpica em Tóquio. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Rayssa Leal, medalhista olímpica de skate street, conquistou, neste sábado (28) o título da etapa de abertura da competição de skate mais importante da categoria, a Liga Mundial de Skate Street (SLS, na sigla em inglês), em Salt Lake City, nos Estados Unidos.

Com apenas 13 anos, a maranhense, que ficou conhecida como "fadinha", classificou-se junto com Pâmela Rosa como representante do Brasil e fez, na última manobra, a nota mais alta da história da competição feminina, 8,5.

Ultrapassando em 3 décimos a japonesa Funa Nakayama, bronze em Tóquio, Rayssa garantiu a virada surpreendente e levou o título.

A vitória em Salt Lake City é o segundo título da SLS na carreira de Rayssa. Em 2019, ela ficou em primeiro lugar na etapa de Los Angeles.

Na fase classificatória, em que as brasileiras Leticia Bufoni e Marina Gabriela foram eliminadas, Rayssa já havia garantido a segunda colocação geral com 17,7 pontos.

Pâmela Rosa terminou em quarto lugar e a holandesa Roos Zwetsloot ficou em terceiro, com 19,6.

Entre os homens, Kelvin Hoefler, prata na mesma categoria em Tóquio, Felipe Gustavo e Filipe Mota estão na final, que acontece ainda neste sábado. O texto será atualizado com os resultados.

A competição, cuja próxima etapa será em 29 de outubro em Miami, nos EUA, existe desde 2010 e é a maior do mundo na categoria street.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos