Rayan estreia no profissional e se torna o mais jovem a jogar pelo Vasco no Século 21

Rayan é tratado como a principal joia da base do Vasco na atualidade (Daniel Ramalho/VASCO)


Ao entrar no segundo tempo da partida contra o Audax Rio, no Luso-Brasileiro, o atacante Rayan marcou o seu nome na história do Vasco. O jogador estreou nos profissionais e se tornou o atleta mais jovem a defender o Cruz-Maltino no Século 21, com 16 anos 5 meses e 16 dias. O jogador assinou o primeiro contrato profissional recentemente, com multa estipulada para o exterior em 80 milhões de euros (R$ 448,3 milhões na cotação atual).

+ Confira as movimentações do Vasco no Mercado da Bola
AdChoicesPUBLICIDADE
A marca anterior pertencia a outra joia vascaína, o volante Andrey Santos, vendido recentemente ao Chelsea. O jogador estreou no Raulino de Oliveira, na derrota do Vasco para o Volta Redonda, por 1 a 0, no dia 6 de março de 2021. Na ocasião, ele tinha 16 anos, 9 meses e 3 dias.

O recorde vem sendo quebrado ultimamente a cada dois anos. Antes de Andrey Santos, Talles Magno era o jogador mais jovem a atuar pelo time profissional do Vasco, com 16 anos, 11 meses e 2 dias. Isso ocorreu na derrota no clássico para o Botafogo, por 1 a 0, no Nilton Santos, dia 2 de junho de 2019, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

Talles Magno havia batido a marca de Paulinho, outra cria badalada do Vasco. O atacante, atualmente no Atlético-MG, estreou nos profissionais com 16 anos, 11 meses e 27 dias. Na ocasião, o Cruz-Maltino goleou o Vitória, por 4 a 1, no dia 12 de julho de 2017, em jogo no Barradão, válido pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo entrando nos acréscimos, o jogador contribuiu no placar com uma assistência.

Philippe Coutinho, cria da base do Vasco de maior sucesso nas últimas décadas, também foi dono dessa marca. O meia estreou nos profissionais na Série B de 2009, no empate em 1 a 1 com o Duque de Caxias, em São Januário.