Emissora suspende Carragher até o fim da temporada por cuspir em menina

EFE

Londres, 14 mar (EFE).- A emissora britânica "Sky Sports" suspendeu nesta quarta-feira "pelo restante da temporada futebolística" o comentarista inglês Jamie Carragher, ex-jogador do Liverpool, que cuspiu em uma menina de 14 anos ao ser provocado por um torcedor que gravava um vídeo no momento.

No sábado passado, ao término da vitória do Manchester United por 2 a 1 sobre o Liverpool em Old Trafford, um torcedor dos 'Diabos Vermelhos' ironizou o hoje comentarista no trânsito sobre o resultado da partida.

Conforme mostrado no vídeo, Carragher respondeu à provocação do motorista com uma cusparada em direção ao rosto da filha do torcedor, de 14 anos, que estava sentada no banco do carona.

"Depois de uma análise interna, a Sky decidiu suspender Jamie Carragher pelo restante de temporada futebolística. Jamie aceitou toda a responsabilidade pelo que aconteceu e vamos garantir que receberá a ajuda que necessita para que isto não volte a ocorrer", informou a emissora britânica através de um comunicado.

"Nos reuniremos com Jamie antes do começo da próxima temporada para analisar se está preparado para retomar o trabalho", acrescentou a emissora.

Carragher se desculpou publicamente pelo comportamento na noite de domingo através de uma mensagem na rede social Twitter e nos dias posteriores em diversos programas de televisão.

"Liguei para a família para me desculpar e falei com a menina. Me arrependo muito do que fiz e o pior de tudo é que a jovem estava no meio da minha discussão com o pai dela. Fui muito baixo", disse o ex-jogador.

"A única coisa que posso fazer agora é falar de novo com a família e dizer o quão arrependido estou. Estou sendo vilipendiado com toda a razão do mundo, já que se alguém tivesse feito isso comigo eu acusaria da mesma forma. Foi um momento de loucura, em quatro ou cinco segundos, é difícil de explicar. Nunca voltarei a cometer um erro assim", comentou.

Jamie Carragher trabalha para a emissora "Sky Sports", da qual recebe cerca de um milhão de libras esterlinas por ano, sendo o principal comentarista do programa "Monday Night Football", que transmite a partida de segunda-feira do Campeonato Inglês. EFE


Leia também