Rampage reivindica status de "primeiro McGregor" do MMA; entenda

Quinton 'Rampage' Jackson tem 38 anos e já foi campeão do Ultimate - Inovafoto

Conor McGregor mudou a cara do MMA internacional com seu estilo ousado e cheio de marra de se portar diante de seus oponentes, além, é claro, da ótima técnica. Desde que se tornou um ícone no esporte, o irlandês parece cada vez mais buscar as chamadas ‘money fights’, ou seja, lutas por dinheiro que façam ele ganhar milhões e milhões com apenas um duelo. Mas esse conceito não é tão novo.

Ao menos é o que garante Quinton ‘Rampage’ Jackson, ex-campeão meio-pesado (93 kg) do UFC e uma das figuras mais emblemáticas da história do MMA. Em entrevista o ‘Yahoo.com’, o americano afirmou que o mesmo estilo atual de Conor McGregor era o que ele já fazia anos atrás, mas, segundo o meio-pesado, sempre o criticaram por essa busca por lutas interessantes e que tragam bom retorno financeiro.

“Eu fui o primeiro Conor. Fui o Conor Mc… (alguma palavra qualquer). Ele pode falar e dizer o que quer e sobre dinheiro e dizer que ele está ali pelo dinheiro que ninguém abri a boca e diz qualquer coisa negativa sobre o que ele está falando”, afirmou.

“Eu fazia a mesma coisa, mas todo mundo ficava tentando me calar. Então tinham pessoas que me tiravam do contexto e diziam: ‘Oh, ele apenas está aqui por dinheiro. Ele não ama isso mais’. Sabe o que mais? O que eu faço é tentar entreter as pessoas. É tudo o que eu sempre tentei fazer. Sou um animador e sempre vou tentar entreter as pessoas”, completou Rampage.

Dono de uma longa história no Pride e ex-campeão do UFC, Rampage agora atua pelo Bellator, onde está escalado para enfrentar King Mo na edição de número 175, marcada para essa sexta (31). Aos 38 anos, o americano possui um cartel com 31 vitórias e 11 derrotas no MMA.