Ramon se desdobra para encontrar o estilo ideal do Vasco


A luta do Vasco para ganhar uma nova cara sob o comando de Ramon Menezes passa pela mudança de velhos hábitos. Além de ter se adequar à sucessão de mudanças no clube impostas pela escalada do novo coronavírus, neste reinício do Campeonato Carioca o objetivo do Cruz-Maltino é firmar sua equipe titular.

Sob o comando de Abel Braga (que deixou o cargo em 16 de março, no dia seguinte à derrota para o Fluminense, por 2 a 0), o Vasco passou por uma frequente rodagem do seu elenco no Estadual. Ramon Menezes, que era auxiliar anteriormente, já sabe o que esperar de cada jogador e, com isto, tende a ter mais chance de passar a sua vivência para os atuais comandados.

O goleiro Fernando Miguel detalhou que os primeiros treinos com o outrora auxiliar têm trazido boas perspectivas.

- Ramon é um cara que vem se preparando há muito tempo e tem muitas ideias. Passa as coisas com uma linguagem muito clara para nós e consegue transmitir as coisas para a gente. Tem passado a sua visão de jogo, o que espera da equipe - afirmou o goleiro Fernando Miguel , durante a live "Fora de Jogo", no site "Esporte Interativo".

O primeiro desafio do treinador será encontrar o substituto para Marrony. Benítez e Vinícius disputam a vaga no setor ofensivo diante do Macaé, neste domingo de retomada, em São Januário (em jogo sem público). Caberá ao novo titular se adaptar à maneira como Ramon projeta a formação que também tem Talles Magno e Germán Cano na linha de frente.

Em meio ao mistério, Fernando Miguel aponta como a equipe quer corresponder ao que Ramon pede.

- Queremos que em campo a gente consiga transparecer para torcida o que ele pede da gente. Estou muito feliz de trabalhar com ele hoje - afirmou.

Mesmo assim, Fernando Miguel alerta que os três meses de paralisação em virtude da pandemia do novo coronavírus exigirão ainda mais do time.

- A partir do momento que voltamos a treinar, já começamos a apontar para o lado competitivo. A questão da parte física e técnica vamos retornar ao longo dos jogos, ficar três meses parado é muito tempo - disse.

Tentando achar um equilíbrio com Ramon e evoluir fisicamente, o Cruz-Maltino se prepara para o reinício do Campeonato Carioca. Ávido por uma face que seja mais vitoriosa.


















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também