Ramires é criticado mesmo com vitória do Palmeiras sobre o Tigre

Goal.com

Ramires ainda não conseguiu convencer a torcida palmeirense de seu talento. O meio-campista, que fez história por Benfica e Chelsea, e que também teve boas passagens por Cruzeiro e até seleção brasileira, chegou em 2019. As lesões, contudo, lhe tiraram tempo de jogo (fez apenas seis jogos).

É por isso que a temporada 2020 apareceu como uma chance de provar, aos 32 anos, o seu valor. Mas após seis jogos o meio-campista segue bastante criticado. Nesta quarta-feira (04), nem mesmo a vitória por 2 a 0 sobre o Tigre, em duelo fora de casa pela estreia na fase de grupos da Libertadores, foi o bastante para evitar críticas ao seu desempenho.

Luiz Adriano e Willian fizeram os gols da vitória e foram bastante elogiados, mas Ramires foi um dos assuntos mais comentados. Escalado ao lado de Bruno Henrique no meio-campo, a crítica dos alviverdes foi na lentidão e excesso de espaços que apareceram no setor.

Só que as reclamações não foram absolutas. Houve quem defendesse o meio-campista e ainda culpasse o histórico rigor com o qual a torcida palmeirense trata o time – algo tão presente ao longo dos anos que cunhou até a expressão “Turma do Amendoim”.

Nos campos argentinos, Ramires foi líder em recuperações de bola pelo Palmeiras (6, de acordo com a Opta Sports) e só não desarmou mais do que o zagueiro Gustavo Gómez (foram três, contra quatro do paraguaio). Foi substituído na metade do segundo tempo pelo zagueiro Luan Garcia.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também