Em duelo de interinos, Flamengo tenta 1ª vitória em casa na Libertadores

EFE

Rio de Janeiro, 17 abr (EFE).- O Flamengo receberá nesta quarta-feira o Independiente Santa Fé, da Colômbia, no Maracanã, no último jogo que disputará com portões fechados na Taça Libertadores, em que buscará a primeira vitória como mandante no grupo 4, que lidera de maneira isolada.

O duelo será marcado pelo inusitado fato de as duas equipes serem comandadas por técnicos interinos. No Rubro-Negro, Mauricio Barbieri é o treinador desde a demissão de Paulo César Carpegiani, no fim do mês passado. O time de Bogotá será dirigido pelo colombiano Agustín Julio, substituto do uruguaio Gregorio Pérez.

O terceiro compromisso das duas equipes na competição continental acontecerá sem público, no último jogo de punição imposta ao Flamengo, devido a invasão de estádio e vandalismo de torcedores, antes do segundo jogo da final da Copa Sul-Americana, no fim do ano passado.

Um dia antes de a bola rolar no Maracanã, após convocação do clube, 45.977 torcedores compareceram a treino no estádio. O público é o segundo maior do futebol brasileiro em 2018, perdendo apenas para a volta da final do Campeonato Carioca, entre Vasco e Botafogo, que foi de 58.135 pagantes.

Para acompanhar a atividade da equipe da Gávea, cada rubro-negro precisou doar um quilo de alimento, que foi trocado pelo ingresso.

Para o jogo desta quarta-feira, Mauricio Barbieri deverá manter a mesma escalação do polêmico empate em Salvador com o Vitória em 2 a 2, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, que ficou marcado pelos inúmeros erros de arbitragem.

Com isso, Rodinei deverá ser mantido na lateral-direita, e Vinícius Junior tem grandes chances de seguir atuando na vaga de Everton, cada vez mais perto de se transferir para o São Pauo.

O zagueiro Rhodolfo, recém-recuperado de dores na panturrilha direita, até teria condições de jogo, mas, por opção da comissão técnica, será preservado. O retorno ao time deverá acontecer neste sábado, em duelo com o América Mineiro, pelo Brasileirão.

O Independiente Santa Fé, por sua vez, chega para o duelo com o líder da chave, em meio uma crise. Com dois empates na Libertadores, e mais quatro nos últimos cinco jogos no Torneio Apertura do Campeonato Colombiano - na outra partida, foi derrotado -, a diretoria decidiu demitir Gregorio Pérez.

A gota d'água foi ficar no 2 a 2, em casa, com o Once Caldas, no último sábado. O resultado fez com que os 'albirrojos' ficassem estacionados na 13ª posição na tabela, com 18 pontos, cinco pontos atrás da zona de classificação para a próxima fase da competição.

Com isso, agora Agustín Julio, que teve quatro passagens pelo clube como jogador, a última entre 2008 e 2011, e era auxiliar técnico de Pérez.


Prováveis escalações:.

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Juan, Réver e Renê; Cuéllar, Diego e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro, Vinicius Júnior e Henrique Dourado. Técnico: Mauricio Barbieri.

Independente Santa Fé: Castellanos; Arboleda, López, Tesillo e Valencia (ou Giraldo); Gordillo, Salazar e Perlaza; Plata, Morelo e Pajoy. Técnico: Agustin Julio.

Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Mauricio Espinoza e Nicolás Taran.

Estádio: Maracanã, em Rio de Janeiro. EFE


Leia também