Rafaela Silva lidera votação popular para atleta do ano e mira conquista

A superação sempre esteve presente na vida de Rafaela Silva. Nascida na Cidade de Deus, comunidade no Rio de Janeiro, a judoca ultrapassou diversos obstáculos na busca por sucesso no esporte, até o conseguir, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, quando conquistou a medalha de ouro. Agora, ela é favorita a mais uma vitória: a de atleta do ano no Prêmio Brasil.

Falcão

Liderando parcialmente a votação popular, com 28% dos votos, a carioca está à frente de outros medalhistas no Rio, como o ginasta Arthur Nory (24%), Thiago Braz (12%), Serginho (10%) e Isaquias Queiroz (10%). O resultado anima Rafaela, que agradece o carinho do público com sua história.

- Liderar parcialmente a votação me deixa muito feliz, por ver que as pessoas ficaram satisfeitas com meu trabalho na última temporada e, acima de tudo, gostam da minha história. Não foi fácil chegar até aqui, mas, hoje, ser reconhecida pelo povo faz tudo valer a pena - comentou.

Em 2012, após a queda precoce nas quartas de final dos Jogos de Londres (ING), quando foi desclassificada por aplicar um golpe ilegal em sua adversária, Rafaela passou pelo pior momento de sua vida. a carioca sofreu com as duras palavras de racismo direcionadas a ela, mas deu a volta por cima. Mais uma vez.

Quatro anos depois, entrou em suas lutas no Rio de Janeiro com um olhar diferente, de quem precisava provar que era uma judoca digna da conquista de uma medalha de ouro olímpica. E assim Rafaela o fez. Láurea que a alavancou ao posto de melhor atleta do judô no Prêmio Brasil Olímpica, à liderança parcial na votação popular, e a um bom indicativo: será ela favorita à posição de melhor competidora feminina da temporada?

- Estar na frente dá um pouco mais de esperança e confiança para a segunda disputa, que é a mais importante da noite. Mas não posso esquecer que disputo com outras atletas gigantescas. Mesmo assim, é impossível não sentir um pouco de ansiedade por esse momento. Espero que tudo aconteça da melhor forma possível - completou Rafaela.

A entrega do Prêmio Brasil Olímpico será realizada na próxima quarta-feira, às 20h, no Rio de Janeiro.









E MAIS: