Rafaela Silva critica novas mudanças do judô para os Jogos Paris-2024

·1 min de leitura
Rafaela Silva foi campeã olímpica de judô em 2016 (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)


A judoca Rafaela Silva recebeu as redes sociais nesta terça-feira para criticar as mudanças impostas pela Federação Internacional de Judô para os Jogos Olímpicos de 2024, que serão em Paris. O primeiro torneio já com essa mudança será o GP de Olivelas (POR), entre 28 e 30 de janeiro. Ela classificou as novas regras como "péssimas".

- Péssima. Estão acabando com o judô. Seoi coreano não pode, mas pé na barriga, um golpe ridículo, está liberado - desabafou a campeã olímpica de 2016, pelo peso leve (até 57 kg). Por conta de doping, ela não disputou os Jogos de 2020, que foram adiados para o ano passado.

Entre as mudanças, destaca-se o fato do citado seoi nage invertido agora não valer como ponto e sim como punição. Outra novidade é que os atletas que ajeitarem o quimono mais de uma vez durante a luta também serão penalizados, com um shido.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos