Rafael Topoloski mostra como os treinos de boxe foram fundamentais no período de isolamento social

LANCE!
·3 minuto de leitura


Há um ano, autoridades reforçam que o isolamento social é vital para evitar a propagação do coronavírus. Porém, isolados em casa, é preciso tomar os cuidados para que a saúde mental não seja prejudicada. Modelo e influenciador Rafael Topoloski conta como a atividade física pode ser uma grande aliada para proteger o corpo e a mente dos efeitos devastadores do vírus nessa pior fase da pandemia.

Há um ano, governo e autoridades de saúde têm reforçado a necessidade e a importância de se manter o isolamento social e o distanciamento físico. As medidas restritivas se tornaram regras vitais para quem deseja evitar a propagação do coronavírus e ajudam a reduzir os tristes números que diariamente recheiam os noticiários. Mesmo assim, é possível manter a saúde mental em dia.

Por outro lado, apesar da reclusão doméstica, é preciso tomar os devidos cuidados para que outra parte essencial do corpo não seja afetada: a saúde mental. Estudo publicado na revista Psychological Medicine, avaliou 25 estudos com mais de 72 mil pessoas, e revela a preocupação dos médicos com um aumento discreto na intensidade de sintomas ansiosos ou depressivos, mas que não configura um aumento no número de diagnósticos de doenças psiquiátricas.

Mas, os pesquisadores reforçam que para evitar este crescimento no número de pessoas estressadas, é preciso fazer algumas observações. Relatar boa saúde física, manter os relacionamentos sociais e a prática de atividades físicas mesmo em casa, conseguir trabalhar no esquema home office ajudariam a preservar o bem-estar mental durante a pandemia, de acordo com a investigação.

Seguindo este conselho, o modelo e influenciador Rafael Topoloski está adotando as melhores medidas de prevenção contra o vírus e resguardando sua saúde mental. Em meio à fase vermelha da pandemia, ele tem mostrando nas redes sociais como os treinos de boxe feitos em casa tem ajudando a superar o estresse deste momento tão difícil: “Além de cuidar da saúde física, permitindo que o meu corpo mantenha o condicionamento físico mesmo que não tenha o movimento de ir para a rua, por exemplo, a prática esportiva possibilita que minha mente possa focar em um outro objetivo que não seja ficar sendo alimentada com as notícias da doença”, explica.

Afinal, não é segredo para ninguém que a fase que o mundo passa não é das melhores, mas nem por isso é necessário guardar tudo isso na mente, e, consequentemente, colocar a saúde em risco: “A questão é simples, pois tudo depende da sua forma de pensar e agir. Quanto maior o nível de atividade física, maior o efeito protetor sobre os eventos cardiovasculares e a mortalidade. Além disso, o exercício melhora a função imunológica, tão fundamental neste tempo que todos precisam se precaver contra um vírus tão potente. Além disso, contribui para a saúde mental, ajudando a reduzir os sentimentos negativos como o estresse e ansiedade, que, como todo mundo sabe, se tornam mais comuns nestes tempos de isolamento social”, pondera Rafael.

Quando o sofrimento e os pensamentos negativos se tornarem intensos e insistentes, não melhoram frente aos fatos e atrapalham a vida, o modelo e influenciador aconselha que é a hora de procurar ajuda: "E tudo isso é possível de ser feito sem sair de casa", reforça. Conhecido como personal-trainer dos famosos, ele oferece uma série de atividades físicas pelas redes sociais e explica o efeito fisiológico benéfico que elas trazem para o organismo: “A prática do exercício físico libera no corpo um hormônio chamado endorfina. Ele provoca uma ótima sensação de relaxamento e bem-estar, e isso certamente vai ajudar a pessoa a superar este momento difícil com a saúde mental e física devidamente preparada. Então, mesmo em isolamento, é possível praticar alguma atividade que já vai ajudar a superar esta barreira tão difícil que a pandemia impôs na vida de todo o mundo”, finaliza Rafael.