Rafael entra com ação na Justiça contra o Cruzeiro, mas clube busca rescisão amigável com o goleiro

Valinor Conteúdo
LANCE!
A notícia da ação judicial de Rafael surpreendeu o Cruzeiro, mas o clube diz que vai fazer um acordo amigável com o jogador-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
A notícia da ação judicial de Rafael surpreendeu o Cruzeiro, mas o clube diz que vai fazer um acordo amigável com o jogador-(Bruno Haddad/Cruzeiro)


Uma sexta-feira, 24 de janeiro, agitada no Cruzeiro por mais um jogador indo à Justiça para requerer direitos trabalhistas. Desta vez, foi o goleiro Rafael, que foi criado na base buscar os pagamentos atrasados com na Justiça do Trabalho.

Porém, a surpresa no caso é que Rafael, de 30 anos, já havia se entendido com a diretoria e acertado sua permanência na Toca da Raposa. O jogador e seu empresário, Fábio Melo, o mesmo que foi acusado de furtar documentos do clube em uma reunião com o ex-CEO, Vittorio Medioli, ajuizaram a ação na quinta-feira, 23, mas o clube ainda não havia sido notificado.

Tanto o clube, quanto o jogador se pronunciaram e a tendência é que o processo seja extinto, por desejo do goleiro, pois Cruzeiro e Rafael devem entrar em acordo para que haja uma rescisão de contrato amigável, sem usar a Justiça como mediador. deixe o clube celeste após rescisão amigável.

O interlocutor do clube, Carlos Ferreira, responsável pelo futebol,falou sobre mais esse problema da Raposa com seus atletas.






Ferreira disse que o Cruzeiro foi surpreendido pela ação trabalhista de Rafael. Segundo o interlocutor, o goleiro alegou que não tinha conhecimento da ação, o que é improvável, pois de acordo com advogados consultados pelo L! , já que para que uma ação seja ajuizada, o autor tem de dar uma procuração ao seu representante legal para que o processo seja aberto.

- Tivemos uma reunião proveitosa ontem com o Rafael. Ele demonstrou sua vontade de deixar o Cruzeiro, de jogar em outro clube, por questões pessoais, para alçar voos maiores. O clube entendeu. Fomos surpreendidos hoje sobre uma ação na Justiça do Trabalho que o Rafael, segundo ele, não sabia. Ele pediu desculpas e entramos num acordo. Na segunda-feira estará tudo resolvido - disse Carlos Ferreira.

Rafael iria estar na mesma entrevista com Carlos Ferreira, mas optou por não comparecer à coletiva. O goleiro disse que ainda irá se pronunciar sobre a situação. Ele deve confirmar a existência da da ação trabalhista e retirar o processo para deixar o clube sem brigas judiciais.

- Rafael é bom caráter, um ativo do clube. Uma pessoa muito querida pela torcida. Mas aconteceu problemas e pretendemos solucionar na segunda. Acabei de conversar com ele, que está chateado com a situação, que se resolverá na segunda-feira - disse Carlos Ferreira.

A ação causa estranheza, pois o goleiro Rafael teve a chance de deixar o Cruzeiro no início do ano, quando recebeu uma proposta do Grêmio, recusada pelo jogador, que disse preferir continuar na Toca da Raposa. Outro clube que sondou o jogador foi o Palmeiras.

A diretoria do Cruzeiro estava certa da permanência de Rafael para compor o elenco de 2020 e terá de lidar com mais uma insatisfação que pode resultar em outra perda no grupo de jogadores.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também