Rafael dos Anjos é dominado no octógono e se distancia do cinturão do UFC

AgFight
Rafael dos Anjos foi dominado por Leon Edwards (Adam Hagy-USA TODAY Sports)
Rafael dos Anjos foi dominado por Leon Edwards (Adam Hagy-USA TODAY Sports)

Atração principal do UFC San Antônio, Rafael dos Anjos vs Leon Edwards trouxe o que poderia se esperar de melhor dos atletas no octógono neste sábado (20). Rapidez, agressividade, condicionamento e muita disposição fizeram do main event a luta da noite. E melhor para o americano, que dominou fisicamente o confronto para anotar sua oitava vitória seguida no evento.

Ao final dos cinco rounds travados, o jamaicano foi declarado vencedor por decisão unânime e agora espera a atualização do ranking do UFC. Atual número 12 dos meio-médios (77 kg), Edwards deve subir importantes posições, enquanto que o brasileiro, quarto da lista, pode descer alguns degraus. Este é o terceiro revés de RDA em quatro combates.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A luta

No assalto inicial, o atleta jamaicano surpreendeu ao interromper a trocação e aproveitar uma brecha dada por RDA para derrubá-lo. Por cima no chão por mais de dois minutos, Edwards pouco fez no quesito contundência, mas sobrou em questão de domínio para garantir a vitória na parcial.

Atrás no placar, o brasileiro voltou mais agressivo no assalto seguinte mas esbarrou na vantagem de envergadura do rival, que conectava golpes de entrada a cada movimento de agressividade do brasileiro. Dentre eles, uma cotovelada de esquerda abriu um profundo corte no supercílio de Rafael.

A dificuldade de encurtar a distância se manteve no terceiro round, o que obrigou o brasileiro a caminhar sempre para frente e buscar ataques por vezes telegrafados na esperança de acertar o oponente. Edwards, por sua vez, adotou postura mais estratégica e de precisão, obrigando o rival a se movimentar caso quisesse a vitória.

Já no quarto assalto, RDA tentou equilibrar a disputa no quesito volume de golpes, mas esbarrou na boa estratégia do rival, que ainda o derrubou no momento em que ele tentava uma joelhada voadora. Cenário que não mudou muito no quinto e último round.

De um lado, o brasileiro caminhava para frente e buscava golpes contundentes. Sem eles, o volume de ataques e precisão dos golpes de Edwards fizeram a diferença. Vitória por decisão unânime!

Nocautes-relâmpagos

Depois das nove primeiras lutas da noite acabarem na decisão dos jurados, três disputas do card principal terminaram em instantes, o que deixou o público presente no ginásio em êxtase. A começar pelo peso-leve (70 kg) Dan Hooker, que nocauteou James Vick com um cruzado de esquerda na ponta do queixo.

Na sequência, o polêmico peso-pesado Greg Hardy viu o árbitro interromper a sequência de golpes que aplicava no rival Juan Adams. Depois de defender uma tentativa de queda, o ex-NFL ficou por cima e engatou uma série de cerca de 20 socos – tudo isso em apenas 45 segundos.

Por fim, Walt Harris precisou de apenas 12 segundos para deixar Aleksei Oleinik desacordado com um cruzado de esquerda.

Acompanhe os resultados do UFC San Antônio:

Leon Edwards venceu Rafael dos Anjos por decisão unânime;
Walt Harris nocauteou Aleksei Oleinik no 1º round;
Greg Hardy nocauteou Juan Adams no 1º round;
Dan Hooker nocauteou James Vick no 1º round;
Alexander Hernandez venceu Francisco ‘Massaranduba’ por decisão unânime;
Andrei Arlovski venceu Ben Rothwell por decisão unânime;
Alex Caceres venceu Steven Peterson por decisão unânime;
Raquel Pennington venceu Irene Aldana por decisão dividida;
Klidson Abreu venceu Sam Alvey por decisão unânime;
Jennifer Maia venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime;
Ray Borg venceu Gabriel Silva por decisão unânime;
Mario Bautista venceu Jin Soo Son por decisão unânime;
Felipe ‘Cabocão’ venceu Domingo Pilarte por decisão dividida.

Leia também