Rafael Carioca, do Tigres, fala sobre Palmeiras e revela meta do time no Mundial: ‘Ambição de fazer história’

Rafael Bizarelo e João Alexandre Borges*
·3 minuto de leitura


Depois de derrotar o Ulsan, da Coreia do Sul, de virada, o Tigres, do México, enfrentará o Palmeiras neste domingo, no Education City Stadium, às 15h (de Brasília). Em entrevista ao LANCE!, o meio-campista do time mexicano Rafael Carioca revelou que assiste aos jogos do campeão da Copa Libertadores, cita qualidade do adversário e prevê um duelo difícil pela frente.

+ Relembre como foi a vitória do Tigres sobre o Ulsan

- Eu costumo acompanhar muito o Campeonato Brasileiro e já vi vários jogos do Palmeiras. Para falar a verdade, vejo mais jogos do Grêmio e do Atlético-MG porque são times que eu gosto muito de ver jogar, times que jogam pra frente e pra cima. No entanto, muitas vezes está passando jogo do Palmeiras e gosto muito de assistir também.

- O pouquinho do conhecimento que a gente tem, principalmente eu por ser brasileiro, vamos tentar passar para a comissão técnica para que possamos ter um bom desempenho, mas acredito que será um jogo muito difícil pela qualidade do Palmeiras. O Palmeiras não foi campeão da Libertadores à toa, teve seus méritos.

Carioca também falou da chegada ao Tigres, em 2017. De acordo com o volante, a adaptação ao novo clube não foi demorada. Os companheiros de time e a comissão técnica o deixaram à vontade para que ele pudesse realizar o trabalho, disse ele. Rafael ainda revelou que começou a acompanhar mais o Tigres após a derrota dos mexicanos na final da Libertadores de 2015 contra o River Plate.

- A gente chega ao Mundial com muita ambição de fazer história porque sabemos que nenhum time mexicano chegou à final. Então, nós temos a oportunidade de botar o nome do Tigres e o nome do México em um patamar acima do que se encontra.

Rafael Carioca - Tigres-MEX
Rafael Carioca - Tigres-MEX

Tigres foi campeão da Concacaf com gol nos últimos minutos da partida (Foto: Reprodução / Instagram Rafael Carioca)

FINAL DA CONCACAF

Rafael Carioca lembrou da final da Concacaf, em Orlando, contra o Los Angeles FC, que garantiu o time no Mundial de Clubes da FIFA. O Tigres conquistou a vitória de virada com gol do francês Gignac aos 39 minutos do segundo tempo. Diego Rossi abriu o placar para os americanos, e Hugo Ayala empatou o confronto.

- Um jogo muito difícil. Nós sabíamos que iria ser decidido nos detalhes, sabíamos da qualidade do Los Angeles FC e sabíamos que tinham pelo menos três jogadores que poderiam fazer a diferença – um deles era o (Carlos) Vela. Contudo, graças à nossa compactação, conseguimos neutralizar todas as jogadas forte dele (Vela), que era vir da direita para o meio carregando a bola. Então, nós soubemos fazer uma marcação boa e evitar o pior.

VOLTA AO BRASIL?

No Brasil, Rafael Carioca jogou pelo Grêmio, Vasco e Atlético-MG. O Jogador ainda vestiu a camisa do Spartak Moscou, por empréstimo. Ele admitiu que fica contente quando tem o nome cogitado no Brasil e deixou as portas abertas para um possível retorno.

- Meu contrato vai até 2023, renovei. De maneira alguma posso fechar as portas, principalmente para o Brasil. É onde eu tenho uma identificação muito grande, onde consegui me destacar bem, então, quando meu nome é ventilado por grandes equipes, eu fico muito feliz. Vamos ver o que vai acontecer. Espero, um dia, voltar em alto nível para ajudar.

* estagiários sob a supervisão de Aigor Ojêda