Rafael Carioca é a opção imediata para substituir Paulo Victor no Botafogo; veja outras alternativas

·2 minuto de leitura


Uma lacuna deixada torna-se um vão a ser preenchido. A saída de Paulo Victor, negociado junto ao Internacional, pode abrir espaço para novos jogadores no Botafogo. Um deles é Rafael Carioca, então reserva imediato do ex-camisa 6 no clube de General Severiano.

+ Botafogo paga apenas uma folha salarial com dinheiro recebido pelo Internacional por Paulo Victor

O defensor, que foi contratado pelo Botafogo no começo da temporada 2021 junto ao Vitória, contudo, não carrega um bom histórico. Rafael Carioca não mostrou boas atuações nas poucas oportunidades que teve com a camisa do Alvinegro até aqui.

Desde que foi contratado, o lateral atuou em três partidas, sem marcar gols ou dar assistências. A última vez que entrou em campo foi na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, no segundo jogo da final da Taça Rio. Na ocasião, ele atuou por pouco mais de 20 minutos após ter entrado no segundo tempo.

Diferentemente de Paulo Victor, Rafael Carioca é uma opção mais ofensiva. Se o jovem atleta aparecia pelo esforço defensivo e número de desarmes - apesar da atuação ruim contra o Náutico, no último domingo -, o companheiro de Alvinegro é um lateral que aparece no ataque, mas que possui dificuldades no momento de marcação.

Apesar de aparecer, no momento, como a opção mais provável para assumir uma vaga no time titular, Marcelo Chamusca possui outras alternativas na lateral-esquerda.

OUTROS CAMINHOS
O Botafogo possui outro lateral-esquerdo no elenco: Guilherme Santos. O camisa 88, contudo, não tem atuado na linha defensiva praticamente desde a temporada passada. Marcelo Chamusca o utiliza como um volante e ele, quando utilizado, tem atuado no setor de meio-campo.

A posição original do jogador de 33 anos, porém, é a lateral-esquerda, que seria um setor inédito de Guilherme Santos com Marcelo Chamusca - caso aconteça, obviamente. Ele tem seis jogos na temporada 2021.

+ Veja a tabela da Série B

Com uma condição financeira ruim, o Botafogo pode, novamente, olhar para a base para buscar esta solução. Hugo, lateral-esquerdo titular da equipe sub-20, tem experiência no time profissional e chegou a jogar em algumas partidas no último Campeonato Brasileiro.

Após uma lesão na temporada 2021 e os vários nomes para a lateral, Hugo retornou ao time sub-20 e virou titular na campanha do vice-campeonato da Copa do Brasil da categoria. Também é marcado por ser um jogador mais ofensivo.

Também no time de base, uma alternativa é Reydson. Ele é zagueiro de origem, mas atuou como lateral-esquerdo na última temporada na equipe sub-20. É canhoto e foi o capitão da equipe na Copa do Brasil da categoria. Até pela posição original, tem mais presença defensiva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos