R$ 10 milhões: Vasco acerta patrocínio com empresa do mercado de criptomoedas

LANCE!
·4 minuto de leitura


O Vasco apresentou oficialmente, na noite desta quinta-feira, o mais novo patrocinador. A MBDA, do grupo "Mercado Bitcoin", vai estampar a logomarca no uniforme cruz-maltino em troca de R$ 10 milhões iniciais. A parceria visa a entrada do Cruz-Maltino no mercado de criptomoedas, especialidade da empresa, e projeta R$ 50 milhões de arrecadação a partir de mecanismos de solidariedade relativos a jogadores revelados no Cruz-Maltino nos últimos anos.

O LANCE! adiantou, ainda pela manhã desta quinta-feira, que um aporte financeiro relevante chegaria ao Cruz-Maltino e seria utilizado para zerar as dívidas do clube com jogadores e funcionários. E assim foi feito poucas horas depois, conforme anunciado pelo presidente do Cruz-Maltino, Alexandre Campello.

Confira trechos da apresentação da parceria explicada nesta quinta-feira:

"O Vasco da Gama e o MBDA assinaram nesta quinta-feira (05/11) documento da estruturação de uma operação que envolve a emissão de tokens, sendo cada token correspondente à uma parte dos direitos de mecanismo de solidariedade de 12 atletas formados nas divisões de base do Clube e que atualmente jogam em outras agremiações.

Tokens são representações digitais de ativos reais, que permitem que pessoas normais (e não apenas grandes investidores) tenham acesso a ativos antes disponíveis apenas para grandes fortunas. A operação de conversão de ativos em tokens é também conhecida como tokenização. Token é um tipo de criptoativo.

O nome do token que o Vasco e o MBDA lançarão será definido nos próximos dias, e essa escolha contará com a participação dos vascaínos.

(...) Oferece aos torcedores e ao público em geral, a possibilidade de
contribuir com o Clube e também obter retornos financeiros decorrentes da performance e transações de compra e venda destes 12 jogadores.

Com a assinatura do contrato, o Clube recebeu do MBDA, nesta quinta, R$ 10 milhões pela pré-compra de 20% dos tokens que serão criados. Acreditando na viabilidade e atratividade dos tokens, o MBDA fez esse investimento e assume os riscos de demanda e flutuação de preços para essa parcela dos tokens até a data de emissão. O acordo estabelece ainda que o Mercado Bitcoin estampará sua marca na camisa do Vasco por um determinado número de jogos.

Utilizando como base o valor de mercado atual destes jogadores estimado no Transfermarket (site especializado no tema) o potencial de valorização ou desvalorização estimado pelo avançar da idade e as possíveis transações de compra e venda destes jogadores, projeta-se um valor total potencial de aproximadamente R$ 50 milhões a ser auferido nos próximos anos, pela cotação atual do Euro, referentes aos percentuais de mecanismo de solidariedade que o Vasco possui destes jogadores.

Assim, ao longo do próximo mês, o Clube e o MBDA lançarão o token na plataforma do Mercado Bitcoin. Qualquer pessoa maior de idade, com CPF e conta em um banco brasileiro pode abrir uma conta na plataforma do Mercado Bitcoin e negociar esse ou qualquer outro ativo digital disponível.

- O MBDA pré-adquiriu, como descrito acima, 20% dos tokens pelo valor de R$ 10 milhões e receberá, adicionalmente, 5% dos tokens pela prestação dos serviços de operacionalização. da estrutura, emissão, monitoramento da operação, e outros, tendo que manter uma participação mínima a todo tempo de 2,5%.

- O clube deterá os demais 75% dos tokens e poderá colocá-los à venda a qualquer momento após a negociação dos 20% adquiridos pelo MBDA, remanescendo com uma participação mínima a todo tempo de 25%.

- De todos os valores arrecadados com o token, o Clube destinará 20% aos credores que aderirem ao Pool de Credores até a data de distribuição.
Cada token corresponderá a 1/500.000 dos valores a serem recebidos pelo mecanismo de solidariedade dos jogadores descritos abaixo e terá seu valor nominal (valor unitário estimado de R$100,00) determinado pelo Clube na data de emissão.

Os atletas:
Souza, atualmente no Besiktas (Turquia)
Douglas Luiz, atualmente no Aston Villa (Inglaterra)
Philippe Coutinho, atualmente no Barcelona (Espanha)
Alex Teixeira, atualmente no Jiangsu Suning (China)
Paulinho, atualmente no Bayer Leverkusen (Alemanha)
Allan, atualmente no Everton (Inglaterra)
Evander, atualmente no Midtjylland (Dinamarca)
Luan, atualmente no Palmeiras
Mateus Vital, atualmente no Corinthians
Alan Kardec, atualmente no Chongqing Dangdai Lifan (China)
Marrony, atualmente no Atlético-MG
Nathan, recentemente vendido ao Boavista (Portugal)"