Róger Guedes e Itaquera: atacante tem cinco gols em seis jogos no estádio do Corinthians

·2 min de leitura


Foi como música. Enquanto a Fiel Torcida empurrava o Corinthians sem parar no primeiro jogo com capacidade total na Neo Química Arena desde a pandemia do novo coronavírus, a finalização de Róger Guedes cruzava a linha fatal no último minuto da partida contra a Chapecoense, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, na última segunda-feira (1º).

Roger Guedes - Corinthians x Chapecoense
Roger Guedes - Corinthians x Chapecoense

Gol contra a Chape foi o quinto de Róger Guedes pelo Corinthians (Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians)

Simbiose perfeita, com alguns presságios. Contra a Chape, o atacante do Timão chegou ao seu quinto gol pelo clube, todos eles marcados em Itaquera. Parece, assim, que há uma mística entre o camisa 123 e o estádio corintiano. Amém, amém, amém, já diria o próprio Guedes.

>> Baixe o novo app de resultados do L!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Antes mesmo da chegada de Róger ao Corinthians, a Fiel Torcida já havia abraçado o atleta, quebrando o gelo que poderia existir com a vinda de um ex-palmeirense ao Parque São Jorge. A negociação para que o jogador rescindisse com o Shandong Taishan, da China, e ficasse livre para acertar com o Timão não foi fácil, mas a expectativa na nação corintiana não diminuiu um segundo sequer, e a pergunta de sempre à época era: e o Róger Guedes.

– A sensação é muito boa desde o meu primeiro dia a torcida tomou conta, principalmente nas redes sociais eu percebi isso, ganhei 700, 800 mil seguidores depois da minha chegada, a grandeza do Corinthians é muito grande, uma das maiores do Brasil, agradecer a torcida, e se Deus quiser ter eles até o final – disse o atacante em entrevista ao SporTV após o triunfo contra a Chapecoense.

E o Róger Guedes chegou, já marcando gol nos minutos finais do empate em 1 a 1 contra o Juventude, pela 19ª rodada do Brasileirão, no dia 7 de setembro, em Itaquera, em uma cobrança de falta perfeita.

Mas o estopim foi no Dérbi, que aconteceu no dia 25 de setembro. Contra o Palmeiras, o exorcismo de qualquer verde que ainda poderia existir no atacante, que marcou os dois gols no triunfo por 2 a 1, e ainda anotou um terceiro, anulado por impedimento.

Contra o Bahia, no retorno do público corintiano a Neo Química Arena, mas ainda com 30% da capacidade total do estádio permitida, Guedes também foi às redes.

No total, são cinco gols de Róger Guedes em seis jogos em Itaquera. Na matemática, é quase uma certeza, até aqui, que quando o Corinthians joga em casa vai ter gol do camisa 123.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos