Róger Guedes agradece Fernando Lázaro por liberdade que ganhou no Corinthians


Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Autor do primeiro gol do Corinthians na vitória por 2 a 1 sobre o Guarani, nesta terça-feira (24), pelo Campeonato Paulista, o atacante Róger Guedes elogiou o técnico Fernando Lázaro, que fez somente o seu quarto jogo no comando efetivo do Timão. O camisa 10 corintiano exaltou a liberdade dada pelo treinador neste início de trabalho.

Diferentemente dos trabalhos anteriores, Guedes tem atuado em uma nova posição: ainda que apareça mais pelo lado esquerdo, ele tem flutuado bastante por trás do centroavante Yuri Alberto, o que tem potencializado ele marcar gols. Já são três em quatro partidas disputadas em 2023.

+ Ataque do Corinthians vai bem, e Róger Guedes se destaca em virada contra o Guarani

- Agradecer ao Fernando (Lázaro), que entendeu as características de todos os atletas do meio para frente, me dá uma liberdade a mais, que eu gosto de ter em campo, de ficar aberto, às vezes fechar, e o Renato (Augusto) é muito inteligente e tem disso, que as vezes eu fecho e ele abre na minha, essa dinâmica fica bom e acaba confundindo os marcadores - respondeu o atacante durante entrevista na zona mista após o triunfo sobre o Bugre.

- A gente deve muito ao Fernando pela liberdade que ele dá em campo. Nas conversas que a gente tem, ele entendeu as minhas características, eu gosto de flutuar bastante aí, para não me desligar no jogo, ficar só aberto. Com o Renato eu me dou muito bem pelo lado esquerdo, Fábio desde a época do Galo, então a gente tem um entrosamento bom e o nosso elenco está muito bom. Espero que continue assim, dando certo - acrescentou.

Para Róger, é essa liberdade dada por Fernando Lázaro o principal diferencial tático em comparação ao ex-treinador, o português Vítor Pereira, que deixou o Corinthians no fim do ano passado e acertou com o Flamengo para esta temporada.

+ Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

Róger Guedes e Fernando Lázaro
Róger Guedes e Fernando Lázaro

Róger Guedes tem tido uma boa parceria com Fernando Lázaro (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

- Parte tática,de um treinador para o outro, sempre vai ter diferença, nenhum treinador é igual ao outro, só mesmo quando são da mesma escola, quando trabalharam juntos. Fernando a gente tem uma liberdade a mais, não é crítica ao Vítor, é jeito de se trabalhar - destacou o camisa 10.

Artilheiro do Corinthians no ano passado, Róger já é o atleta que mais marcou gols com a camisa alvinegra nesta temporada. Ainda assim, ele não traçou metas de bolas nas redes.

- A meta é sempre ser campeão e, se possível, ser artilheiro. É o que eu peço todas as noites para o papai do céu e espero que ele continue me abençoando com muitos gols esse ano - destacou o camisa 10.

Corinthians 2 x 1 Guarani - Paulistão 2023 - Róger Guedes
Corinthians 2 x 1 Guarani - Paulistão 2023 - Róger Guedes

Róger Guedes (foto) no momento do primeiro gol do Timão contra o Bugre (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

Mas mesmo sendo o líder em gols marcados pelo Time do Povo até aqui, em 2023, Róger também tem responsabilidades de marcação. Mas para cumpri-las ele conta com o auxilio de alguns companheiros de time.

- A gente joga com a bola num losango, mas quando perde a bola eu tenho que voltar como um ponta. Tem vezes que não dá, quando eu tô muito fechado, aí o Renato faz a minha ou o Roni, que faz a cobertura, corre como ninguém, então isso nos ajuda bastante. Às vezes eu deixo de mano para o ‘veinho’ (Fábio Santos), que ele dá conta também e faz parte, para a gente dar conta na frente - brincou Róger Guedes.

Desde que chegou ao Corinthians, em setembro de 2020, Róger Guedes já fez 89 jogos. Ele participou de 33 gols corintianos no período, com 25 bolas nas redes e oito assistências. Neste meio tempo, o Timão já recusou propostas do Sporting, de Portugal, e Krasnodar, da Rússia, pelo atleta. O contrato de Róger com o Timão tem validade até o dia 31 de agosto de 2025.