Róger Guedes abre o jogo e confirma que não gostava do rodízio de Vítor Pereira no Corinthians


A passagem de Vítor Pereira pelo Corinthians se encerrou no último domingo (13), quando a diretoria comunicou que o português não iria permanecer no clube. Um dos maiores legados de VP no Timão foi o rodízio entre atletas, rodando a equipe sem cravar os titulares. Após a saída do técnico, Róger Guedes confessou que a tática utilizada pelo treinador não era unanimidade no vestiário.

+ Quais são os maiores hoje? Site antecipa Ranking Nacional de Clubes da CBF 2023

- Estou feliz com o ano que fiz, mas poderia ser melhor. Lá no começo tinha o rodízio do Vítor Pereira, que nós jogadores não gostávamos muito. Mas fez parte do nosso amadurecimento, ele nos entendeu e a gente entendeu ele. Tivemos um ano brilhante, faltou o título, sempre queremos conquistar, deixamos escapar contra o Flamengo mas foi um belo ano para nós no Corinthians - disse Guedes no evento Bola de Prata, da ESPN.

Na janela de transferências de julho, o Sporting sinalizou interesse no camisa 10 corintiano, mas o clube português não formalizou uma proposta ao atacante. Com contrato até 2026, Guedes reiterou seu foco no Corinthians e almeja conquistar taças pelo clube alvinegro.

- O dia de amanhã pertence a Deus. Tenho contrato com o Corinthians até 2026, cinco anos com o clube. Estou feliz aqui, fui muito bem recebido. Todas as contratações agregaram ao elenco, e quero conquistar títulos no Corinthians - afirmou.

+ Veja como ficou a classificação geral do Campeonato Brasileiro

Treino Corinthians - Róger Guedes e Vítor Pereira
Treino Corinthians - Róger Guedes e Vítor Pereira

VP conversando com Guedes no CT (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

Com 15 gols em 2022, Róger Guedes terminou a temporada como artilheiro do Timão. O atacante se mostrou contente com os números e falou sobre a evolução nas cobranças de falta. O camisa 10 levou o prêmio de gol mais bonito do Campeonato Brasileiro pelo tento marcado de falta no empate por 1 a 1 com o Athletico-PR.

- Estou muito feliz, poderia ser melhor, a gente quer cada vez melhor os números, coletivos e individuais, para isso que trabalhamos. Na estreia foi um gol de falta, estou trabalhando bastante nisso e pude fazer o gol de falta contra o Athletico-PR - comentou.

Guedes também falou sobre a parceria com Yuri Alberto. Para ele, o segredo do sucesso da dupla se deu pelo rápido entrosamento entre eles.

- Eu e o Yuri estamos muito bem dentro e fora de campo. Por ele ser moleque, a adaptação fica mais fácil. É um cara sensacional que me ajudou dentro de campo, e para o ano que vem esperamos conquistar vários títulos. Espero que o treinador que chegue nos ajude bastante - concluiu.

Agora, o elenco alvinegro entra de férias e só retorna ao CT Joaquim Grava no dia 14 de dezembro.