Réver admite que Flamengo vacilou em gol de Santiago Silva e em outros lances de bola aérea

Zagueiro do time carioca crê que os erros defensivos não se limitaram ao lance que acarretou em gol da Universidad Católica

Réver deixou o estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile, chateado com o revés do Flamengo para a Universidad Católica. O zagueiro fez uma análise do gol feito por Santiago Silva, em cobrança de escanteio, e apontou como um vacilo da defesa rubro-negra.

Ele, contudo, garante que os erros não se limitaram ao lance que ocasionou o gol do mandante do confronto válido pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, mas também em outras jogadas da equipe gringa.

"Não digo só o Santiago [Silva]. A gente teve um pouco de problema na bola parada devido ao fato de eles virem com muitos jogadores. Conseguimos controlar. Em um lance de falta, a gente tinha marcação individual. O Santiago teve a felicidade de ficar sozinho e fazer o gol", comentou.

O defensor ainda destaca a necessidade de vencer o Atlético-PR no próximo compromisso da competição continental. O Flamengo receberá o Furacão em 12 de abril. O local da partida ainda não foi definido, mas o mais provável é que ocorra no Maracanã.

"Sem dúvidas, não tem momento de cochilo na Libertadores. É levantar a cabeça, ver o que erramos e, na próxima partida, contra o Atlético-PR, tentar recuperar o que perdemos aqui hoje", concluiu.