Quinto time mais amarelado do Brasileirão, São Paulo tem três suspensos para enfrentar o Flamengo

·1 min de leitura


Na última quarta-feira (10), no empate por 1 a 1 contra o Fortaleza, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Castelão, o São Paulo recebeu três cartões amarelos preocupantes para sua sequência no campeonato. Rodrigo Nestor, Gabriel Sara e Welington receberam cartões e estão de fora da próxima partida da equipe, contra o Flamengo.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

Além do trio suspenso, Eder e Benítez, que saíram do banco, também receberam cartões amarelos durante o jogo contra o Fortaleza, mas não estavam pendurados e podem atuar normalmente diante do Flamengo.

Dos suspensos, Sara recebeu o amarelo ainda no primeiro tempo, enquanto Rodrigo Nestor tomou ao início da segunda etapa e Welington recebeu a punição nos minutos finais do jogo, quando já estava no banco de reservas, comemorando o gol de Vitor Bueno, que foi anulado pelo VAR.

Com isso, o time chega a 79 cartões amarelos recebidos, se tornando, segundo o FootStats, o quinto time mais amarelado do Campeonato Brasileiro, atrás apenas de: Grêmio (87), Internacional (83), Santos (80) e Sport (80). Em média, o time do Morumbi recebe 2,55 amarelos por jogo.

Os números evidenciam um fator preocupante, pois o Tricolor pode ter outros desfalques importantes caso mantenha a indisciplina.

Além de Nestor, Sara e Welington, estavam pendurados no jogo contra o Fortaleza: Liziero, Arboleda, Gabriel, Marquinhos, Luan e Luciano. Todos carregam a condição de pendurados para o jogo diante do Flamengo.

O Tricolor enfrenta o Rubro-Negro no próximo domingo (14), às 16h, no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente na 14ª colocação, com 38 pontos, uma vitória é crucial para se distanciar do Z4.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos