Querendo ser um ícone da Juventus, Dybala admite estar "muito abaixo de Del Piero"

Um dos grandes nomes não só da Juventus, mas da temporada europeia, Paulo Dybala está jogando muita bola e se firmando, cada vez mais, como um dos melhores jogadores do planeta. Um dos principais responsáveis pela excelente temporada da Juve, que luta pela tríplice coroa, o argentino também caminha para se tornar um ídolo da Vecchia Signora.

Afinal, mesmo na mira de clubes como Barcelona e Real Madrid, Dybala, que já conquistou títulos pelo time, está próximo de conquistar mais e pode fazer história ganhando, quem sabe, a Champions League nesta temporada, preferiu continuar na Juventus, renovou seu contrato até 2022 e afirmou que pretende se tornar um ícone bianconero. Além disso, o argentino também falou que ainda falta muito para ele chegar no nível de Alessandro Del Piero, um dos grandes ídolos da história do clube, que ficou 19 anos na equipe de Turim.

"Del Piero é um exemplo a seguir. É difícil seguir seus passos, tanto dentro quanto fora de campo. Ele marcava muito mais gols que eu. Eu ainda preciso de muito para ser como ele", disse Dybala, em entrevista à Sky Italia.

Alessandro Del Piero Juventus

(Foto: Getty Images)

O meia-atacante também falou sobre a possibilidade de vestir a mítica camisa 10 alvinegra, usada por Del Piero e outros craques, e livre desde a saída de Paul Pogba para o Manchester United. "Eu sempre disse que o número 21 para a Juve é importante. A 10 de Alex é difícil de vestir. Eu respeito a 21 e quero usar este número. Eu nunca pedi a camisa 10, mas se o clube me oferecer, nós podemos conversar. Eu quero ser um símbolo bianconero", completou o argentino.