Quem serão os centroavantes? Entre saídas e chegadas, Vasco vive indefinição no setor

·1 min de leitura


A indefinição no elenco do Vasco para a próxima temporada paira sobre todas as posições. Mas especificamente no ataque, muita coisa ainda pode, deve e está para acontecer. Tanto para as saídas quanto para as chegadas, os jogadores mais próximos do gol adversário ainda estão indefinidos.

A começar pela saída de Cano. Foi a primeira definição feita. Mas os reservas dele em 2021 ainda têm as respectivas situações indefinidas. Daniel Amorim esteve emprestado pelo Tombense e, até agora, não houve acordo para renovar. Tiago Reis esteve emprestado ao Confiança e segue vinculado ao Cruz-Maltino.

Se Tiago será ou não utilizado ainda não se sabe. Mas o fato é que Raniel está basicamente pela parte burocrática pendente para ser anunciado. O sonho maior, contudo, é Diego Souza. O ex-jogador do Grêmio tem proposta do Vasco em mãos, só que também negocia com o Sport.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Caio Dantas foi outro alvo, mas as intenções e limitações financeiras do departamento de futebol vascaíno tornaram o negócio para lá de improvável. O clube deverá ter, além de Raniel, ao menos mais um novo contratado para a função de centroavante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos