Quem se deu bem e quem se deu mal no sorteio das oitavas da Copa do Brasil

·1 minuto de leitura

Dos dez times da Série A classificados às oitavas de final da Copa do Brasil, é possível cravar sem medo de errar: cinco deles não podem reclamar do sorteio que definiu os próximos confrontos do torneio. E a justificativa é simples: diferença de patamar.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Grêmio, Fluminense, Santos, Flamengo e Fortaleza, desde antes de a bola rolar, são considerados amplos favoritos contra, respectivamente, Vitória, Criciúma, Juazeirense, ABC e CRB. Estamos falando de rivais de grandezas bem distintas e que disputam divisões inferiores do país (séries B, C ou D). Obviamente, se as equipes chegaram até aqui, algum mérito possuem. Mas isso, a princípio, não tende a ser suficiente na hora mais decisiva.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O São Paulo, por sua vez, ficou num meio-termo. Muito embora o gigantismo do Vasco da Gama, o fato de estar na Série B o faz, neste momento, ter um foco diferente, e disso o Tricolor pode se aproveitar para ir adiante. Agora, dos duelos Athletico-PR x Atlético-GO e Atlético-MG x Bahia se pode esperar tudo. O quarteto da elite nacional viu as bolinhas fazerem "cara feia" para eles. É preciso, sim, se preocupar. Afinal, o próprio Brasileirão está aí para mostrar que, até agora, não existe um super time.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos