Quem se deu bem e quem não gostou do sorteio da primeira fase da Copa do Brasil

Nathalia Almeida
·3 minuto de leitura

Na tarde da última terça-feira (2), conhecemos os primeiros 40 confrontos que agitarão a Copa do Brasil 2021. Em sorteio realizado na sede da CBF, foram definidos os duelos de primeira fase e o chaveamento da competição, que terá alguns gigantes em campo já em sua rodada inaugural.

Bahia, Vasco da Gama, Corinthians e Cruzeiro são alguns dos campeões nacionais que estarão em ação na primeira fase da Copa do Brasil. Dentre as possibilidades que o sorteio apresentava, alguns deles saíram satisfeitos com o que as bolinhas decidiram, mas outros não gostaram tanto de seu destino. A seguir, uma breve análise sobre os principais duelos da rodada inicial:

Internacional v Athletico PR - Copa do Brasil Final | Bruna Prado/Getty Images
Internacional v Athletico PR - Copa do Brasil Final | Bruna Prado/Getty Images

Caldense (MG) x Vasco da Gama

O Cruzmaltino estava no pote A, então, necessariamente enfrentaria algum rival do pote E. Dentre as possibilidades que haviam, o clube carioca recebeu um sorteio agridoce: a Caldense foi semifinalista do Mineiro de 2020 e vem se posicionando, ao lado do Tombense, como a principal força do Interior de Minas. É fato que o Vasco tem mais qualidade que o rival, mas pode ser um encontro complicado.

Caxias (RS) x Fortaleza

O Tricolor de Aço não teve sorte nas bolinhas e pegou um adversário bem competitivo. O Caxias é uma equipe organizada e que deixou boa impressão na temporada 2020, quando foi finalista do Gauchão e fez campanha sólida na Série D. O Leão é favorito, mas precisará jogar bem para avançar.

Campinense (PB) x Bahia

O time paraibano passou por uma reconstrução de grandes proporções na intertemporada, contratando praticamente um elenco novo inteiro para a disputa de 2021. O Esquadrão, que saiu do ano esportivo de 2020 devendo futebol, pegou um duelo de primeira rodada acessível, mas pode sofrer se repetir o nível ruim de boa parte da temporada passada.

Moto Club (MA) x Botafogo

O Moto Club foi adversário do Fluminense na Copa do Brasil de 2020 e agora terá outro carioca pela frente na competição. É uma viagem longa para o Glorioso mas, em termos técnicos, trata-se de um duelo favorável aos visitantes, ainda que os maranhenses mereçam respeito pela boa Série D que fizeram na temporada passada.

Brasileirao Series A: Palmeiras v Botafogo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID - | Alexandre Schneider/Getty Images
Brasileirao Series A: Palmeiras v Botafogo Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus (COVID - | Alexandre Schneider/Getty Images

Salgueiro (PE) x Corinthians

O Carcará é o atual campeão pernambucano e caiu nas oitavas de final da Série D de 2020, ou seja, vem de uma temporada de saldo positivo. Não era o rival mais acessível que poderia aparecer no caminho do Corinthians nesta primeira rodada, mas o time paulista tem o favoritismo evidente.

Treze (PB) x América-MG

Vice-campeão mineiro e vice-campeão da Série B de 2020, o América-MG terá o campeão paraibano como adversário em sua estreia na competição. O início da temporada passada foi positivo para o Treze, mas o desfecho, não: foi rebaixado à Série D e não sabe o que é vitória há quatro meses. Tal cenário amplifica o favoritismo do Coelho no confronto.

São Raimundo (RR) x Cruzeiro

Fechamos este artigo com um reencontro curioso: o Cruzeiro poderia ter pego 10 adversários distintos, mas o sorteio colocou em seu caminho o mesmíssimo rival de sua estreia na Copa do Brasil do ano passado. Atual pentacampeão roraimense, o São Raimundo fez jogo duro contra os mineiros na estreia da edição passada e quase impôs uma zebra colossal, mas o empate em 2 a 2 favoreceu o time celeste. Se não entrar ligado, o maior campeão da competição pode passar aperto mais uma vez.

Corinthians v Cruzeiro - Copa do Brasil 2018 Finals | Pedro Vilela/Getty Images
Corinthians v Cruzeiro - Copa do Brasil 2018 Finals | Pedro Vilela/Getty Images