Quem joga? Milton busca solução para problema no ataque do Vasco

Jovem entra no lugar de Andrezinho. Novidade também tem a ver com a ideia do técnico para o jogo, que deu a entender que o Vasco vai procurar pressionar mais no ataque

O Vasco tem problemas no ataque para a partida contra o Flamengo, neste sábado, pela semifinal da Taça Rio, segundo turno do carioca. Com Luis Fabiano suspenso e Thalles ainda se recuperando de uma pancada que levou no tornozelo direito contra o Boavista, o técnico Milton Mendes está sem os seus dois centroavantes do elenco. Por isso, o treinador terá que buscar opções para preencher essa lacuna na frente no clássico contra o rival.

O Cruz-Maltino entrou com recurso para tentar diminuir a pena do Faluloso e também com efeito suspensivo. Porém, Eurico Brandão, vice-presidente de futebol do clube, garantiu que ele não jogaria a semifinal. Enquanto isso, Thalles ainda se recupera de uma entorse no tornozelo e vem treinando separado do grupo. Conhecendo a metodologia de trabalho de Milton, dificilmente ele vai utilizar o jovem atacante.

A escolha mais provável é que o técnico escale Muriqui improvisado como referência na frente. O jogador já atuou assim algumas vezes com Cristovão Borges e com o próprio Milton Mendes. Quando Thalles se machucou contra o Boavista, o treinador colocou Muriqui em seu lugar e elogiou o jogador desempenhando essa função.

Outra opção de Milton é atuar sem um jogador fixo e apostar na velocidade. Assim, quem poderia ganhar uma oportunidade é Manga Escobar. O atacante colombiano entrou bem no último clássico contra o Rubro-Negro e também contra o Nova Iguaçu.

O comandante pode ainda voltar com Andrezinho ao time titular (o meia foi poupado contra o Nova Iguaçu por desgaste físico) e adiantar Nenê, fazendo com que ele atue como um falso 9. O fato positivo é que Milton teve a semana livre para treinar e achar a melhor opção para o ataque.








E MAIS: