Quem foi mais ídolo do PSG, Cavani ou Thiago Silva? Confira especulações sobre o futuro da dupla

Goal.com

E o PSG parece estar prestes a fechar uma página gloriosa de sua história recente: dois de seus maiores ídolos da atualidade, Thiago Silva e Edinson Cavani, não terão seus contratos renovados pelo clube francês e ficarão livres no mercado.

O brasileiro chegou a equipe em junho de 2012, enquanto o uruguaio teve que esperar mais um ano: só desembarcou em Paris em julho de 2013. De lá pra cá, com os dois juntos, foram 22 títulos e um protagonismo inédito na Liga dos Campeões da Uefa.

Com a saída da dupla, os únicos jogadores que estrearam antes de 2014 presentes no atual elenco são Marco Verratti e Marquinhos. Ambos são muito queridos pela torcida e marcaram o início da "era de ouro" do PSG. Mas, entre Thiago Silva e Cavani, quem é mais ídolo?

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Vamos aos números: o brasileiro, que chegou um ano antes, tem uma conquista a mais, a Ligue 1 de 2012-13, além de ter sido titular absoluto em todas as temporadas que atuou pela equipe parisiense. Enquanto isso, o uruguaio tem uma marca única e muito relevante: se tornou o maior artilheiro da história do Paris Saint-Germain.

Ambos estão entre os top 10 jogadores que mais atuaram com a camisa do PSG na história, com Thiago Silva em oitavo lugar, tendo participado de 310 partidas, e Cavani, em nono, de 301 - ambos estão atrás de Verratti, o outro membro do elenco atual que está na lista. Se o atacante é o jogador que fez mais gols pelo clube, o defensor é o atleta que mais vezes vestiu a braçadeira de capitão da equipe francesa.

Ao mesmo tempo em que o uruguaio pode ter sido mais marcante por suas performances na Liga dos Campeões da Uefa, ele também pediu para sair nesta última janela de inverno e teve uma temporada 2019/20 frustrante. Enquanto isso, o brasileiro foi mais consistente e queria ficar por mais tempo.

O único consenso que podemos é que os dois marcaram seus nomes na história do PSG e são ícones do clube. Assim, a pergunta fica para o leitor - e talvez torcedor: quem é mais ídolo, Thiago Silva ou Cavani?

Qual será o destino da dupla?

Obviamente, com o anúncio oficial de que os sul-americanos não ficarão no clube francês, vários torcedores de equipes brasileiras começaram a sonhar com a contratação dos dois. No entanto, os jogadores deverão ficar na Europa.

Tanto Thiago Silva quanto Cavani ainda tem mercado no Velho Continente e não deverão voltar para a América do Sul, pelo menos neste primeiro momento. Mesmo que o uruguaio seja sonho de consumo de torcidas como São Paulo e Palmeiras, ao passo que o zagueiro é ídolo do Fluminense, não é provável que eles pintem no Brasil.

O defensor, em entrevista recente, admitiu que ainda tem "objetivos na Europa" e deseja ficar no continente. Clubes como Milan e Everton já começam a sondar o jogador. Já o atacante tem seu nome especulado no Atlético de Madrid faz muito tempo e pode ser reforço dos colchoneros.

Leia também