Quem escalar? Autuori tem opções diferentes para a dupla de Marcelo


O Botafogo tem poucas certezas em 2020 e Marcelo Benevenuto é uma delas. Em constante evolução desde a última temporada, o atleta de 23 anos não sentiu o peso de substituir Gabriel, que retornou ao Atlético-MG após passar um ano emprestado no Glorioso, e assumiu a vaga de titular. O outro lado dos zagueiros, contudo, ainda não passa pela mesma certeza.

Três jogadores aparecem para uma vaga, a de zagueiro pelo lado esquerdo - Marcelo ocupa a faixa direita da defesa, vale ressaltar. Joel Carli, Kanu e Ruan Renato são os nomes disponíveis para a posição. Esta, portanto, é uma das principais questões que Paulo Autuori terá que resolver nessas primeiras semanas no comando do Botafogo.

Entre vantagens e desvantagens, Kanu e Ruan Renato assumem, na teoria, a dianteira por serem canhotos e, consequentemente, não obrigarem Paulo Autuori a fazer algum tipo de improviso em relação à perna dominante dos zagueiros e os lados que atuam. A Joel Carli, contudo, conta o histórico no Botafogo, os recentes anos sendo importante e a liderança interna.



O argentino, inclusive, havia atuado pelo lado esquerdo da defesa - apesar de ser destro - durante a passagem pelo Quilmes-ARG, clube que atuou antes de assinar com o Botafogo, em 2016. Um ponto negativo para Carli é que perdeu mais da metade das partidas do Alvinegro na última temporada por lesões ou suspensões geradas por cartões amarelos.

- Não tenho nem o que falar, Marcelo é um grande zagueiro, um dos mais rápidos que já vi. Quero jogar, mas respeito muito o potencial do Kanu e a história do Carli. Aos poucos vou buscando meu espaço, respeitando a todos. A gente tem grandes zagueiros e independente de quem o Autuori escalar, tenho certeza de que vai dar conta do recado - avaliou Ruan Renato, em entrevista coletiva na última terça-feira.

Sem a presença de Carli na atual temporada e com o Botafogo utilizando o time completo, Kanu e Ruan Renato ocuparam uma vaga no time titular uma vez cada. O primeiro começou jogando na vitória diante do Vasco, na quinta rodada do Taça Guanabara. O segundo fez parte do onze inicial contra o Náutico, pela segunda fase da Copa do Brasil, justamente na estreia de Paulo Autuori no comando do Alvinegro.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também