Filho anuncia acerto do técnico Jesualdo Ferreira com o Santos para vaga de Sampaoli

Nessa segunda-feira (23), o português Jesualdo Ferreira foi anunciado como novo técnico do Santos. Há poucos dias, porém, seu filho já tinha antecipado o acerto. Nas redes sociais, Eddie Ferrer publicou nos Stories do Instagram a seguinte mensagem: "Campeão na Europa, África e Ásia, o próximo alvo é o Brasil".

Jesualdo Ferreira Santos FC 221219
Jesualdo Ferreira Santos FC 221219

Jesualdo Ferreira assinou até o fim de 2020, período em que se encerra o mandato de José Carlos Peres à frente do Santos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Seguindo o sucesso da empreitada Sampaoli, a equipe paulista começou a procurar outro estrangeiro para o cargo: o Globoesporte.com revelou há alguns dias que o nome da vez na Vila Belmiro era o do técnico Jesualdo Ferreira. 

Jesualdo Ferreira
Jesualdo Ferreira

(Foto: Getty Images)

Após ver suas opções ficarem restritas no mercado, já que Ariel Holan e Sebastián Beccacece acertaram com outras equipes, e Rogério Ceni renovou vínculo com o Fortaleza, o Peixe voltou os olhos para a Europa e viu no português a possibilidade de dar continuidade no trabalho para a próxima temporada, substituindo Sampaoli. 

No dia 10 de dezembro, o Santos anunciou que Jorge Sampaoli não seria o treinador do Alvinegro Praiano para 2020. O clube comunicou que o argentino pediu demissão após reunião que aconteceu durante o dia. Os pedidos do técnico para a próxima temporada e a relação desgastada com o presidente José Carlos Peres culminaram no desligamento e contribuíram para o clima quente do encontro, com direito a ofensas e dedo em riste, segundo a ESPN .

O argentino, por outro lado, Sampaoli disse ao Lance que não pediu demissão oficialmente e atacou Peres: "quero ficar longe desse senhor".

Quem é Jesualdo Ferreira?

Aos 73 anos, o técnico iniciou os trabalhos em 1981 no Rio Maior. De lá para cá, Ferreira treinou Benfica e Sporting, além de ter conquistado o tricampeonato português com o Porto entre 2007 e 2009. 

O último clube do treinador foi o Al Sadd, do Qatar, quando deixou a equipe no meio do ano. 

Leia também