Quem é Tatiele Silveira, técnica que fez história no futebol feminino no Brasil?

Treinadora foi a primeira mulher a vencer o Campeonato Brasileiro feminino no comando de um clube
Treinadora foi a primeira mulher a vencer o Campeonato Brasileiro feminino no comando de um clube

Treinadora da Ferroviária, Tatiele Silveira soma 39 partidas até então com a equipe. Ex-jogadora do Internacional, time onde atuou entre 1997 e 2003, a técnica atingiu feito inédito para o futebol feminino no Brasil após erguer o título de campeã do Campeonato Brasileiro sob o comando do clube de Araraquara.

A primeira conquista nacional da carreira como treinadora de Tatiele marcou também a primeira vez na qual uma mulher conquistou o torneio nacional como técnica.

CARREIRA COMO TREINADORA

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nascida em 13 de julho de 1982, iniciou a carreira como treinadora em 2008 à frente do elenco feminino Sub-17 do Porto Alegre. Desde então, teve passagens por Grêmio, Canoas, Guaíba-RS e Internacional. Em 2016 Tatiele assumiu o cargo de auxiliar técnica do time Sub-17 da seleção brasileira feminina e na sequência mudou-se para o Inter.

Tatiele permaneceu no clube Colorado até 2018, antes de assumir o cargo à frente da Ferroviária, nesta temporada. Até o momento, a técnica conquistou o título de campeã brasileira diante do Corinthians, o bicampeonato da Ferroviária na competição nacional.

MARCA INÉDITA PARA O FUTEBOL FEMININO

Tatiele Silveira foi a primeira e única mulher a ser campeã do Brasileirão feminino, torneio organizado desde 2013.

"É a realização de um sonho! É o primeiro ano que participo da primeira divisão do Campeonato Brasileiro e pude trabalhar com um grupo de jogadoras fantásticas. As meninas desde o início do trabalho foram muito comprometidas e a gente foi criando um corpo, uma conexão. Contemplamos essa temporada com o título, isso é único", disse após o título.

Campeã pela primeira vez em 2014, quando venceu o Kindermann, a Ferroviária era comandada por um homem, assim como todas as equipes até este ano. Desta vez, no bicampeonato da equipe, uma mulher estava à frente do clube.

LIBERTADORES FEMININA

Os destaques da competição ficam com os times brasileiros, que já ganharam sete das dez edições já realizadas. Em 2019, Corinthians e Ferroviária representarão o país. Os dois times já venceram a Libertadores Feminina (o alvinegro em 2017 e o time de Araraquara em 2015).

Outros times tradicionais também estarão na edição de 2019 disputada entre os dias 11 e 27 de outubro em Quito, no Equador, como Colo-Colo do Chile, Peñarol do Uruguai, Cerro Porteño e Libertad do Paraguai, além do atual campeão Atlético Huila, da Colômbia.

Em muitas das edições passadas não houve transmissão para o Brasil. Porém, todos os jogos de Corinthians e Ferroviária serão transmitidos ao vivo com exclusividade pelo DAZN, além dos principais duelos da competição.

Leia também