Quem é que manda? Leven Siano garante que o Vasco comprará Benítez, mas Campello rebate

LANCE!
·2 minuto de leitura


Para quem achava pouco a confusão em torno do futuro presidente do Vasco, agora essa: mais votado na eleição do último sábado, Luiz Roberto Leven Siano se reuniu com o empresário do meia Martin Benítez nesta quarta-feira e publicou uma foto deles no escritório do advogado, na Barra da Tijuca. Ao lado de Rafael Castellano, ele legendou.

- Enquanto os golpistas continuam articulando contra o clube e o torcedor, sigo trabalhando para construir o Vasco que todos sonham. Recebi a visita do empresário Adrian Rafael Castellano e acertamos as bases e as garantias necessárias para assegurar a contratação do atleta Benítez - Leven escreveu na conta pessoal dele no Twitter.

Ocorre que Benítez está emprestado pelo Independiente (ARG) até dezembro, e o atual mandatário do Cruz-Maltino, Alexandre Campello, chegou a acordo com o clube argentino para manter o jogador em definitivo. Porém, diante da indefinição sobre o próximo a sentar na cadeira da presidência vascaína, a negociação ficou em estado de espera.

Por esta razão, e com um novo pleito previsto para este sábado, Campello também se manifestou. O médico criticou o comportamento do candidato mais votado no último sábado (mas que não confirmou participação no próximo pleito).

- Em relação às tratativas para a aquisição dos direitos do atleta Benítez, o Club de Regatas Vasco da Gama lamenta a intromissão de terceiros em uma negociação que vem sendo conduzida de forma séria e criteriosa pela Direção do Clube. A Diretoria do Vasco da Gama não se responsabiliza por eventuais impactos dessa interferência externa sobre as negociações oficiais. Atitudes precipitadas em nada contribuem para o Clube e só conturbam ainda mais o ambiente. Conforme declarou ontem em entrevista, o Presidente Alexandre Campello reafirma que, devido à importância do investimento, a contratação será discutida com o próximo presidente eleito do clube e confirmado pela Justiça. O Vasco reitera ainda que o contrato de empréstimo do atleta Benítez se encerra no fim de dezembro, portanto durante o mandato do Presidente Alexandre Campello - afirmou o atual presidente, em nota divulgada à imprensa.

A eleição do Vasco, originalmente, estava marcada para o último sábado (7/11). A falta de acordo entre as forças políticas para o modo virtual ou híbrido resultou em ação na Justiça por parte de Mussa para que houvesse adiamento para o sábado seguinte (14/11). A liminar foi obtida, mas o entendimento foi revisto pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) na noite da última sexta - a 13 horas do início dos trabalhos. Em tese, voltou a valer o pleito do dia 14, neste fim de semana.