Quem é Jesús Corona, ponta do Porto que atraiu interesse do Chelsea?

Goal.com

Quem foi assistir a reestreia do Porto no Campeonato Português após a paralisação do coronavírus Covid-19 já teve uma boa mostra do futebol de Jesús Corona: o ponta mexicano foi um dos destaques dos Dragões na partida e marcou o único gol do clube na derrota diante do Famalicão por 2 a 1. Na segunda partida, diante do Marítimo, balançou as redes novamente.

Mas não é de hoje que o atleta vem se destacando: seu bom nível na Primeira Liga atraiu olhares estrangeiros. Mais precisamente, do Chelsea. Enquanto alguns colocam o jogador de 27 anos como um possível "plano B", caso Jadon Sancho não assine com os Blues, outros afirmam que o velocista é um dos principais alvos do clube inglês.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A multa rescisória de "Tecatito" no Porto é de 30 milhões de euros, um valor relativamente baixo para o mercado atual de transferências. Assim, é possível que o mexicano pinte no Stamford Bridge ou em outra grande equipe do futebol europeu nesta próxima janela.

Confira a trajetória do jogador!

De craque da base do Monterrey a titular absoluto do Porto

"Tecatito" Corona, como é conhecido, teve suas origens no futebol na base fértil do tradicional Monterrey. Rapidamente se destacou e, alçado aos profissionais, estreou no dia 7 de agosto de 2010 no Campeonato Mexicano, quando tinha apenas 17 anos de idade. 

A joia foi cada vez mais ganhando espaço no clube, até explodir de vez na temporada de 2012-13. Naquele ano, assumiu a titularidade nos Rayados, marcou no mata-mata da Liga dos Campeões da Concacaf, jogou a final da competição continental, balançou as redes no Mundial de Clubes da Fifa e "conheceu" o Chelsea pela primeira vez.

Na semifinal da competição, Corona fez um inferno na defesa do clube londrino, deu uma assistência e foi o principal jogador do Monterrey na partida. Mesmo assim, não conseguiu impedir a derrota dos mexicanos e viu os Blues serem vice-campeões do mundo

Também foi no clube que o jovem ganhou seu apelido: no México, - assim como em boa parte do mundo - Corona, seu sobrenome, é famoso por também nomear uma marca conhecida de cerveja. O problema é que o dono dos Rayados é a FEMSA, gigante mexicana do ramo das bebidas e dona da rival Cervecería Cuauhtémoc Moctezuma.

Jesus Corona Mexico 2019
Jesus Corona Mexico 2019

Assim, para não fazer "propaganda" da concorrente, enquanto jogava na equipe mexicana, Jesús teve que trocar seu nome na camisa para "Tecatito", uma das marcas da FEMSA. O apelido pegou e o jogador ainda é conhecido pela alcunha.

Depois de ficar dois anos no Twente, que se interessou pelo futebol do garoto, recebeu uma oportunidade de brilhar no Porto, onde está até hoje. Foi contratado por 10 milhões de euros na época e começou com tudo: marcou quatro vezes em suas seis primeiras partidas e parecia perto de explodir para o futebol.

Se Tecatito não alcançou o patamar que era esperado quando surgiu como possível craque no Monterrey, se transformou em um dos jogadores mais consistentes do clube português. Vai bem jogando como ala ou atacante de lado e já é titular absoluto dos Dragões faz cinco anos.  

Agora, sua velocidade, capacidade no um contra um e bons cruzamentos impressionaram o Chelsea, que pode levar o jogador de 27 anos. Nada mal para o garoto dos Rayados.

Leia também