Queixas sobre Black Friday crescem 57% no Reclame Aqui

Yahoo Finanças
Black Friday virou tradição no Brasil (Foto:Paulo Whitaker/Reuters)
Black Friday virou tradição no Brasil (Foto:Paulo Whitaker/Reuters)

O portal Reclame Aqui registrou 8.830 reclamações sobre a Black Friday de 2019. Segundo balanço do site, o número de queixas cresceu 57,6% em relação a 2018, quando foram contabilizadas 5,6 mil ocorrências. As cinco lojas mais reclamadas na Black Friday deste ano foram: Burger King, McDonald’s, Méliuz, site das Lojas Americanas e Mercado Pago.com

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

BAIXE O APP DO YAHOO FINANÇAS (ANDROID / iOS)

A plataforma monitorou o comportamento do consumidor e das empresas das 11h de quarta-feira, 27, até as 23h59 de sexta, 29 quando a Black Friday 2019 encerrou oficialmente. Ao longo desta sexta-feira, 29, produtos como smartphone e TV, e serviços como cartões de crédito, bem como as categorias financeiras, meios de pagamento e serviços de entrega foram as maiores buscas do consumidor.

Pela primeira vez, redes de fast-food e meios de pagamento foram as principais reclamações. As promoções da MercadoPago com Burger King e McDonalds, que tiveram problemas e ficaram com aplicativos indisponíveis – decepcionaram os consumidores.

Leia também

Isso porque com falhas no sistema, clientes não conseguiram aproveitar as ofertas de lanches oferecidas.

Para o CEO Brasil do Reclame AQUI, Edu Neves, os grandes players do mercado apostaram muito em tecnologia e novamente se complicaram. “Quiseram oferecer a seus consumidores a experiência de compra pelos seus aplicativos e meios próprios de pagamento que não suportaram a demanda”, analisou.

Já as experientes lojas de varejo online cometeram erros primários, como problemas de queda de sites, dificuldade para finalizar compras e inserir produtos nos carrinhos, além de filas de espera acima de uma hora.


Leia também