'Queda de um imortal': como a imprensa europeia noticiou derrota de Teddy Riner nos Jogos Olímpicos

·2 minuto de leitura


Considerado o maior judoca da história, o bicampeão olímpico e dez vezes campeão mundial Teddy Riner perdeu para o russo Tamerlam Bashaev, nas quartas de final da categoria acima de 100kg, na noite de quinta-feira, o que gerou grande repercussão na imprensa francesa. Apesar do revés, o astro brigará pela medalha de bronze dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

+ Conheça Rebeca Andrade, ginasta que superou três lesões no joelho e conquistou a prata em Tóquio

A vitória da lenda parecia encaminhada, já que o russo estava em desvantagem após ter levado duas punições. Mas no que pareceu um tropeço para trás, Riner perdeu de forma nada estética a disputa e seguiu para a repescagem. Na luta seguinte, ele bateu o brasileiro Rafael Silva, o "Baby", nos primeiros minutos.

A imprensa europeia destacou a surpreendente derrota. O diário francês "Le Monde" frisou a "queda de um imortal". Já o jornal espanhol "Mundo Desportivo" ainda completou: "invencível, mostrou que é humano em Tóquio". O "Marca", também da Espanha, frisou: "O mito cai".

+ Keno Machado é derrotado por decisão da arbitragem e se despede dos Jogos Olímpicos

O espanto com a queda precoce de Riner tem explicação. O francês buscava a sua terceira medalha de ouro consecutiva no judô, feito que apenas o japonês Tadahiro Nomura conseguiu. Nomura foi campeão olímpico na categoria extra leve em Atlanta 1996, Sidney 2000 e Atenas 2004.

Nos últimos 11 anos, Teddy Riner perdeu apenas duas lutas. Antes de Tóquio, ele havia sido derrotado pelo japonês Kokoro Kageura em fevereiro de 2020, durante o Grand Slam de Paris. Na ocasião, ele encerrou uma sequência de 154 vitórias consecutivas.

Agora, o judoca espera a decisão sobre contra quem irá lutar pelo bronze.

CONFIRA ABAIXO O QUADRO DE MEDALHAS ATUALIZADO

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos