Queda do muro de Berlim: Bundesliga lembra aniversário com homenagem emocionante

Em 9 de novembro de 1989, caia o muro; exatos 30 anos depois, Hertha e RB Leipzig se enfrentaram em Berlim em comemoração a data
Em 9 de novembro de 1989, caia o muro; exatos 30 anos depois, Hertha e RB Leipzig se enfrentaram em Berlim em comemoração a data

Em comemoração aos 30 anos da queda do Muro de Berlim, Hertha Berlin e RB Leipzig protagonizaram uma cena forte neste sábado antes da bola rolar.

Antes do jogo começar, as duas equipes aqueceram de lados oportos do gramado do Olympistadion, em Berlim, separadas por um muro. Nele, estava escrito: "Juntos contra muros. Juntos por Belim". O muro foi derrubado quando as duas equipes entraram no gramado.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Veja mais imagens do "muro" no Olympistadion:

"Separação" ainda é vista no futebol

Se a Alemanha ainda fosse dividida, está partida não poderia acontecer, já que Leipzig ficava na Alemanha Oriental e o Hertha é de uma região ocidental de Berlm.

No futebol, o lado ocidental da Alemanha é tradicionalmente mais forte do que o lado oriental. E o RB Leipzig tenta quebrar essa hegemonia. Durante os 29 anos de Bundelisga após a unificação das duas Alemanhas, apenas seis clubes do lado oriental disputaram o torneio, e nenhum foi campeã.

Essa diferença se dá pela economia, que desde aquela época é muito mais favorável ao lado ocidental. O RB Leipzig consegue fugir desta lógica graças ao investimento pesado da Red Bull no clube, que hoje disputa inclusive a Liga dos Campeões.

Na Copa do Mundo de 2018, essa mesma diferença foi vista no elenco do time. Toni Kroos era o único jogador nascido no oriente a representar o país na Rússia.

Leia também