Que moral! GSP aposta em Demian Maia como futuro campeão do UFC

Georges St-Pierre não luta desde novembro de 2013 - Diego Ribas

Demian Maia é o favorito como próximo desafiante ao cinturão meio-médio (77 kg) do Ultimate, e se depender de um dos maiores nomes da história da organização o brasileiro não tardará para conquistar o título. Quem garantiu isso foi ninguém menos que Georges St-Pierre, ex-campeão na categoria, que recentemente reassinou com a maior organização de MMA do mundo.

O canadense ainda não tem data para sua volta aos octógonos, mas já sabe quem será seu adversário. Trata-se de Michael Bisping, atleta contra quem duelará pelo título das divisão dos médios (84 kg). E com o anúncio do próximo combate e da mudança de categoria, GSP se viu livre para fazer previsões sobre o futuro dos meio-médios. E de acordo com o canadense, Demian Maia tem tudo para destronar Tyron Woodley, o atual campeão.

“Tem um cara que eu vejo na divisão dos meio-médios que, pelo menos para mim… Eu não gosto de fazer previsões, mas no momento Demian Maia me parece com muitas habilidades, e acho que ele conquistará o título. Acho que ele vencerá [Jorge] Masvidal e depois vencerá Woodley. Ele está na sua melhor fase, e tem o timing entre o físico e a mentalidade em seu jogo. Ele é tão bom no que se propõe a fazer, parece a lâmina de uma katana [espada] e será difícil de o parar agora”, analisou durante entrevista ao programa ‘The MMA Hour’ nesta segunda-feira (6).

Demian Maia acumula a sequência de seis vitórias nas últimas vezes em que subiu ao octógono, e foi justamente uma delas que chamou a atenção de GSP. Em agosto de 2016, o brasileiro finalizou Carlos Condit, atual quarto-colocado na divisão dos meio-médios, em apenas três minutos de luta. E tal atuação faz inclusive com que o canadense cogite enfrentá-lo após o duelo contra Bisping.

“Poderia ser ele [Demian] ou outro cara. Mas como o vejo agora e a maneira que ele luta… Ele finalizou Carlos Condit e ninguém nunca tinha feito aquilo. A maneira que ele finalizou Condit me deixou chocado, e fiquei tipo: ‘Oh meu Deus, o que foi isso’, e ele ainda não teve a disputa pelo título. É chocante, ele fez algo que ninguém tinha feito antes. Lembro de assistir a luta dele [Condit] contra o Lawler e analisei a vitória a seu favor, e por isso fiquei chocado com o Demian e sua performance recente”, completou o canadense.

Apesar da confiança demonstrada pelo canadense, Demian ainda tem outro enorme desafio pela frente antes de pensar em cinturão. O paulista está escalado para encarar Jorge Masvidal no UFC 211, marcado para dia 13 de maio.