Quatro torcidas organizadas do Grêmio são suspensas pelo clube

·1 minuto de leitura


Depois do protesto carregado de violência que foi feito por torcedores do Grêmio nesta semana onde pedras foram arremessadas contra o ônibus do clube e o CT Luiz Carvalho, o tricolor tomou uma atitude drástica após análise das imagens do triste fato.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Quatro torcidas organizadas do clube que tiveram membros presentes identificados pelo clube (Geral do Grêmio, a Torcida Jovem, a Garra Tricolor e Rasta do Grêmio) em pena onde não poderão comparecer a partidas do clube (no momento da liberação da presença de público nos estádios) com indumentárias que as identifique.

Além da punição as torcidas de maneira geral, as quatro pessoas que foram detidas pela força policial no dia do protesto estão proibidas de acessar o estádio. No caso das duas punições, o tempo de validade da pena não foi especificado.

Apesar da pena aplicada, a informação do portal 'ge' é de que o Grêmio segue fazendo uma análise mais detalhada das imagens na busca por responsabilizar individualmente mais pessoas envolvidas na depredação aos patrimônios gremistas com o intuito de demonstrar uma postura ainda mais severa com tal situação.

Em meio a tensão, o Imortal segue sua preparação para o retorno das partidas onde o primeiro compromisso será no próximo dia 12 de setembro, pelo Brasileirão, recebendo, às 11h (de Brasília), o Ceará, na Arena.

Flamengo x Grêmio - torcida do Grêmio no Maracanã
Flamengo x Grêmio - torcida do Grêmio no Maracanã

AFP

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos